NOTÍCIAS

Concurso TJ MG: sai edital com 284 vagas de oficiais e analistas

Tribunal de Justiça de Minas Gerais publica edital do novo concurso TJ MG para oficiais e analistas judiciários. Confira os detalhes!

O edital do concurso TJ MG para área de apoio foi publicado na noite desta quinta-feira, 23. O Tribunal de Justiça de Minas Gerais oferece 284 vagas para oficiais e analistas judiciários, que exigem nível médio e superior, respectivamente. Os salários iniciais chegam a R$5 mil. 

As inscrições serão abertas em agosto. Já as provas estão marcadas para o mês de dezembro. 

Confira a distribuição das vagas por cargo e nível de escolaridade:

Nível médio – oficial judiciário nas especialidades de:

  • Oficial de justiça (tem como requisito apenas o ensino médio completo): 59 vagas;
  • Assistente Técnico de controle financeiro (tem como requisito o curso médio/técnico de Contabilidade): 2 vagas. 

Nível superior – analista judiciário nas especialidades de: 

  • Administrador (requer graduação em  Administração ou Gestão Pública): 1 vaga;
  • Analista de Tecnologia da Informação (requer graduação em Tecnologia da Informação e experiência mínima de dois anos na área): 8 vagas;
  • Analista Judiciário (requer graduação em Direito): 69 vagas;
  • Assistente Social (requer graduação em Serviço Social e registro no órgão competente): 106 vagas;
  • Bibliotecário (requer graduação em Biblioteconomia e registro no órgão competente): 2 vagas;
  • Contador (requer graduação em Ciências Contábeis e registro no órgão competente): 1 vaga;
  • Enfermeiro (requer graduação em Enfermagem e registro no órgão competente): 1 vaga;
  • Engenheiro Civil (requer graduação em Engenharia Civil e registro no órgão competente): 1 vaga;
  • Engenheiro Eletricista (requer graduação em Engenharia Elétrica e registro no órgão competente): 3 vagas;
  • Engenheiro Mecânico (requer graduação em Engenharia Mecânica e registro no órgão competente): 3 vagas;
  • Médico (requer graduação em Medicina e registro no órgão competente): 4 vagas;
  • Psicólogo (requer graduação em Psicologia e registro no órgão competente): 23 vagas;
  • Revisor Jurídico (requer graduação em Letras ou Direito e registro no órgão competente): 1 vaga. 

Os aprovados poderão ser lotados em diferentes comarcas do estado de Minas Gerais. A grande maioria das vagas será destinada a Belo Horizonte e Secretaria do Tribunal de Justiça.

Os vencimentos iniciais são de R$3.264,98 para oficial judiciário (nível médio) e R$5.113,09 para analista judiciário (nível superior). Os aprovados ainda terão direito a benefícios e gratificações.

Prédio do Tribunal de Justiça de Minas Gerais
TJ MG realiza novo concurso para cargos da área de apoio
(Foto: Divulgação)

A jornada de trabalho será de 30 horas por semana. O concuros tem reserva de vagas para pessoas com deficiência e negros. 

Concurso TJ MG terá inscrições a partir de agosto

As inscrições ficarão abertas do dia 30 de agosto a 29 de setembro, pelo site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), organizador do concurso. 

O primeiro passo será preencher o formulário com todos os dados solicitados. Em seguida, gerar o boleto e pagar a taxa de R$90 para oficial judiciário (nível médio) e R$100 para analista judiciário (nível superior). 

Poderão solicitar a isenção da taxa: desempregados ou inscritos no programa Cadastro Único (CadÚnico).

Para isso será necessário enviar os documentos comprobatórios de uma das condições de 30 de agosto a 5 de setembro, pelo portal o IBFC.

Provas do concurso TJ MG serão em dezembro 

O concurso TJ MG para área de apoio será composto por provas objetivas para todos os cargos. Apenas os inscritos a analista judiciário também realizarão provas discursivas. 

A aplicação das provas ocorrerá no dia 4 de dezembro nos municípios de Belo Horizonte, Betim, Contagem, Diamantina, Governador Valadares, Juiz de Fora, Montes Claros, Uberlândia e Varginha.

Os participantes deverão responder a 60 questões de múltipla escolha, distribuídas da seguinte forma:

Oficial Judiciário (todas as especialidades) 

DisciplinasNúmero de questões
Língua Portuguesa15
Noções de Direito15
Noções de Informática5
Conhecimentos Específicos20
Raciocínio Lógico5

Analista Judiciário (especialidade Tecnologia da Informação)

DisciplinasNúmero de questões
Língua Portuguesa15
Noções de Direito15
Inglês Técnico5
Conhecimentos Específicos20
Raciocínio Lógico5

Analista Judiciário (especialidade Analista Judiciário)

DisciplinasNúmero de Questões
Língua Portuguesa20
Noções de Informática10
Conhecimentos Específicos25
Raciocínio Lógico5

Analista judiciário (demais especialidades)

Disciplinas Número de questões
Língua Portuguesa15
Noções de Direito15
Noções de Informática5
Conhecimentos Específicos20
Raciocínio Lógico5

A prova discursiva para as especialidades de Analista Judiciário e Bibliotecário consistirá em texto dissertativo abordando tema de conhecimento específico. Já para as demais especialidades será cobrado um estudo de caso.

O prazo de validade do concurso será de dois anos, com possibilidade de prorrogação por igual período.

Fonte: folhadirigida.com.br/concursos/noticias/tj-mg-mig/concurso-tj-mg-2022-edital

Está gostando do conteúdo? Compartilhe.

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por assinar nossas newslatter!

Muito obrigado pela confiança e preferência. Saiba que nos enche de alegria ter você como parte do nosso sonho. Volte sempre.

Olá, posso ajudar?