Concurso MPPE: saiu edital! Vagas para níveis médio e superior. Veja!

Acabou a espera! O Ministério Público de Pernambuco (Concurso MPPE) publicou em seu Diário Oficial o edital de abertura de seu novo concurso público. O certame está sob a responsabilidade da Fundação Carlos Chagas.

No total, o certame oferta 23 vagas, sendo 13 vagas para o cargo de Técnico Ministerial e 10 vagas para Analista Ministerial. Nas vagas para analista, serão 7 para a área jurídica, 1 para auditoria, 1 para biblioteconomia e 1 para documentação. Ainda haverá cadastro reserva para as áreas de serviço social, medicina, arquitetura, engenharia civil, comunicação social e informática.

A remuneração inicial ofertada é de R$ 4.809,54 para nível superior e R$ 3.171,52 para nível médio. Os interessados poderão se inscrever no site da organizadora entre as 10h do dia 01º de outubro, até às 14h do dia 26 de outubro de 2018 (horário de Brasília), mediante pagamento de taxa de inscrição no valor de R$ 70 para nível médio e R$ 110 para nível superior.

Sobre o cargos ofertados no edital MP PE
O edital para o MP PE oferta vagas para os cargos de Técnico e Analista Ministerial, sendo elas para várias áreas distintas. Confira abaixo os requisitos para ingresso nos cargos e as atribuições.

Analista Ministerial – Área Jurídica: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Direito, fornecido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação.

Descrição sumária: realizar atividades de nível superior, de natureza técnica, privativas de bacharel em Direito, relacionadas à atividade-meio e à atividade-fim do Ministério Público, envolvendo o planejamento, a coordenação, a supervisão e a execução de tarefas que envolvem a elaboração de peças jurídicas; realizar análise, pesquisa, seleção e processamento de informações sobre legislação, doutrina e jurisprudência.

Analista Ministerial – Área Auditoria: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de Curso superior em Administração, Ciências Contábeis, Direito ou Economia, fornecido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação.

Descrição sumária: zelar pela legalidade, legitimidade e avaliar os resultados quanto à eficácia, à eficiência e à efetividade da gestão orçamentária, financeira, patrimonial e de pessoal do Ministério Público do Estado de Pernambuco.

Analista Ministerial – Área Biblioteconomia: Diploma de curso superior em nível de graduação em Biblioteconomia, devidamente registrado no Ministério da Educação, e registro no Conselho Regional da categoria.

Descrição sumária: planejar, organizar, supervisionar, coordenar, avaliar e executar atividades referentes à pesquisa, estudo, catalogação, classificação e indexação bibliográfica de livros, periódicos e documentos, bem como o armazenamento, recuperação e disseminação de informações técnicas, sociais e culturais de interesse do Ministério Público do Estado de Pernambuco.

Analista Ministerial – Área Documentação: Diploma de curso superior em Arquivologia, com registro no Ministério da Educação.

Descrição sumária: realizar atividades de nível superior a fim de promover a adequada preservação de documentos e gestão de arquivos.

Analista Ministerial – Área Serviço Social: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Serviço Social, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC e Registro no Conselho de Classe.

Descrição sumária: prestar assistência às Promotorias de Justiça em ações e procedimentos que envolvam conhecimentos técnicos na área de Serviço Social.

Analista Ministerial – Área Arquitetura: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Arquitetura, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC e Registro no Conselho de Classe.

Descrição sumária: realizar atividades de nível superior a fim de garantir a qualidade técnica dos projetos arquitetônicos de obras e edificações, incluindo as condições de acessibilidade para pessoas com deficiências ou limitações físicas ou sensoriais.

Analista Ministerial – Área Medicina: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de Medicina, reconhecido pelo Ministério da Educação, e Registro no Conselho de Classe.

Descrição sumária: prestar assistência às Promotorias de Justiça em ações e procedimentos que envolvam conhecimentos técnicos na área de Medicina e do Sistema Único de Saúde – SUS.

Analista Ministerial – Área Engenharia Civil: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Engenharia Civil, fornecido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação e Registro no Conselho de Classe.

Descrição sumária: planejar, organizar, supervisionar, coordenar, avaliar, fiscalizar e executar atividades relativas ao desenvolvimento de projetos, obras e serviços técnicos de engenharia, bem como prestar assistência às Promotorias de Justiça em ações e procedimentos que envolvam conhecimentos técnicos na área de Engenharia Civil.

Analista Ministerial – Área Comunicação Social – Jornalismo: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, fornecido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação.

Descrição sumária: realizar atividades de nível superior de Jornalismo, obedecendo a formação profissional e respeitando a especialidade de ingresso do servidor.

Analista Ministerial – Área Informática: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de Ciência da Computação, Sistemas de Informação ou Engenharia da Computação fornecido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação.

Descrição sumária: planejar, conceber, coordenar, gerenciar e participar de ações para a implementação de soluções de Tecnologia da Informação, bem como prover e manter em funcionamento essa estrutura tecnológica, composta por sistemas, serviços, equipamentos e programas de informática necessários ao funcionamento do Ministério Público.

Analista Ministerial – Área Pedagogia: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Pedagogia ou licenciatura plena, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC e Registro no Conselho de Classe.

Descrição sumária: realizar atividades de nível superior a fim de favorecer o adequado funcionamento e desenvolvimento organizacional. Compreende o planejamento, a execução, o acompanhamento e a avaliação de planos e projetos de capacitação, treinamento, aperfeiçoamento e desenvolvimento funcional. Consiste também em prestar assistência às Promotorias de Justiça em ações e procedimentos que envolvam conhecimentos técnicos na área de Pedagogia.

Técnico Ministerial – Administrativa: Certificado de conclusão de ensino médio ou equivalente, reconhecido pelo Ministério da Educação.

Descrição sumária: executar atividades de apoio técnico-administrativo e as necessárias ao desempenho das atividades inerentes ao funcionamento do Ministério Público do Estado de Pernambuco.

Provas e etapas do edital MP PE
O concurso irá contar com as seguintes etapas: prova objetiva de Conhecimentos Básicos e Específicos, prova discursiva de redação, e para os cargos de nível superior será realizada também a avaliação de títulos. As provas objetivas, constarão de questões objetivas de múltipla escolha, com cinco alternativas cada uma.

Todas as provas serão realizadas na cidade de Recife – Estado de Pernambuco, com previsão de aplicação para o dia 02/12/2018, nos seguintes períodos:
a) no período da MANHÃ: para o cargo/área de Técnico Ministerial – Administrativa;
b) no período da TARDE: para os cargos de Analista Ministerial – todas as áreas.

Detalhes concurso MPPE:
Concurso: Ministério Público do Estado de Pernambuco (Concurso MPPE)
Banca organizadora: Fundação Carlos Chagas
Cargo: Técnico e Analista Ministerial
Escolaridade: nível médio e superior
Remuneração: Até R$ 5 mil
Inscrições: de 01/10 a 26/10/18
Taxa de inscrição: R$ 70 ou R$ 110
Número de vagas: 23
Data da prova objetiva: 02/12/18
Fonte: Blog Gran Cursos

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*