• preparatório-para-carreira-tribubal-e-fiscal-_-site–1030×210
  • resolução-de-questõs_exames-concursos-1030×210
  • sie-cursos-pdf-1030×210

Concurso INSS: pedido para 7.575 vagas revela disciplinas do edital

Enviado ao Ministério da Economia, o pedido de concurso INSS, com 7.575 vagas, confirma as matérias que podem ser cobradas no edital.

Instituto Nacional do Seguro Social. Imagem: Meutudo

O pedido de concurso INSS segue em análise no Ministério da Economia. No entanto, além das 7.575 vagas, o documento também revela as disciplinas que serão cobradas, para cada cargo, caso o edital seja autorizado.

Desta forma, quem deseja ingressar como técnico do seguro social, cargo de nível médio, ou como analista do seguro social, de nível superior, deve estudar para as seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa;
  • Raciocínio Lógico;
  • Informática;
  • Noções do Regime Jurídico Único;
  • Código de Ética do Servidor Público;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Administrativo; e
  • Sistema de Seguridade Social.

No caso do analista, no entanto, os exames ainda devem contar com perguntas de conhecimentos específicos, de acordo com a especialidade oferecida no edital. O pedido enviado ao ME prevê vagas para as seguintes áreas:

  • Serviço Social (463 vagas), Reabilitação Profissional (702) e Recomposição do Quadro de Aposentados até 2023 (406).

Caso o concurso seja autorizado, os aprovados terão ganhos iniciais de R$5.447,78 (técnico) e de R$8.357,07 (analista).

Diretor confirma nível médio para técnico

Em entrevista exclusiva à Folha Dirigida, o diretor de Gestão de Pessoas e Administração do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Rogério Souza, falou sobre o pedido de concurso INSS e a escolaridade para o cargo de técnico do seguro social.

Segundo Rogério Souza, a abertura do concurso é importante para a substituição dos 3 mil temporários (militares e civis aposentados), que foram admitidos ano passado e cujos contratos vencem ao final deste ano, além das aposentadorias de servidores previstas para o mesmo prazo.

“O pedido de concurso foi enviado ao Ministério da Economia e agora aguardamos uma posição. Entendemos que outros órgãos da Administração Pública Federal também encaminharam suas solicitações e precisam reforçar os seus quadros. Temos que aguardar e vamos respeitar a questão orçamentária”, disse o diretor.

Além das vagas solicitadas, o que chamou a atenção de quem aguarda o concurso foi a sugestão feita pelo INSS para a mudança do requisito do cargo de técnico do seguro social.

No pedido enviado à Economia, o instituto sugeriu a alteração da escolaridade, passando do nível médio para o superior. Em resposta à Folha Dirigida, no entanto, o diretor de Gestão de Pessoas esclareceu a situação, confirmando o nível médio como requisito oficial.

“Não haverá alteração de escolaridade. Essa foi apenas uma sugestão. Um próximo concurso deve exigir o nível médio para o técnico”, disse.

Concurso INSS aguarda aval (Foto: Victor Soares)
Concurso INSS aguarda aval ​​​​​​(Foto: Victor Soares)

“Estamos otimistas por autorização”, diz presidente

O presidente do Instituto Nacional do Seguro Social, Leonardo Rolim, está otimista pela autorização do novo concurso INSS

Em entrevista à CBN, no dia 1º de junho, Rolim destacou a urgência para a realização do concurso público, com vagas efetivas.

“Vamos precisar, sim, fazer o concurso para substituir temporários e servidores que estão se aposentando. Estamos bem otimistas que teremos a autorização”, disse.

De acordo com Leonardo Rolim, no curto prazo, a necessidade maior é em relação aos 3 mil temporários que terminarão seus contratos no final de 2021 e aos aposentados dos últimos anos. Há ainda a perspectiva de saídas futuras. 

“É um número que, a cada ano, vai tendo uma nova demanda por conta das aposentadorias. O INSS tem um percentual razoável de servidores que já está em abono de permanência, ou seja, que já está em condições de se aposentar. Isso faz com que haja uma preocupação de termos concursos. De inclusive ter uma reserva para eventuais contratações futuras”, explicou o presidente.

Veja como foi o último concurso INSS realizado em 2015

Em 2015, foi realizado o último concurso para técnicos e analistas do INSS. Ao todo, foram oferecidas 950 vagas, sendo o número já considerado inexpressivo diante do déficit de servidores da época

Os candidatos ao cargo de técnico foram submetidos a uma prova objetiva, com 120 questões sobre:

  • Ética no Serviço Público;
  • Regime Jurídico Único;
  • Noções de Direito Constitucional;
  • Noções de Direito Administrativo;
  • Língua Portuguesa;
  • Raciocínio Lógico;
  • Noções de Informática; e
  • Conhecimentos Específicos. 

Já os analistas tiveram disciplinas de Português, Raciocínio Lógico, Noções de Informática, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Legislação Previdenciária, Legislação da Assistência Social, Saúde do Trabalhador e da Pessoa com Deficiência.

Apesar das mudanças nas disciplinas, previstas no pedido, é indicado que os interessados estudem também com base no conteúdo cobrado no último edital. 

Fonte: folhadirigida.com.br/concursos/noticias/inss-mig/concurso-inss-2021-materias-do-edital

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*