Contabilidade Pública

1. (Exame CRC 2012 – 1ª ed.) Relacione os subsistemas de informações da Contabilidade Aplicada ao Setor Público descritas na primeira coluna com os seus objetivos na segunda coluna e, em seguida, assinale a opção CORRETA.

(1) Orçamentário ( ) Registrar, processar e evidenciar os atos e os fatos relacionados ao planejamento e à execução orçamentária.
(2) Patrimonial ( ) Registrar, processar e evidenciar os atos de gestão cujos efeitos possam produzir modificações no patrimônio da entidade do setor público, bem como aqueles com funções específicas de controle.
(3) Custos ( ) Registrar, processar e evidenciar os custos dos bens e serviços, produzidos e ofertados à sociedade pela entidade pública.
(4) Compensação ( ) Registrar, processar e evidenciar os fatos financeiros e não financeiros relacionados com as variações qualitativas e quantitativas do patrimônio público.

A sequência CORRETA é:
a) 2, 4, 3, 1.
b) 2, 3, 4, 1.
c) 1, 4, 3, 2.
d) 1, 2, 3, 4.

RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias)


2. (Exame CRC 2012 – 1ª ed.) Em relação à Demonstração do Resultado Econômico, assinale a opção INCORRETA.
a) A demonstração deve ser elaborada de forma independente do sistema de custos.
b) A demonstração evidencia o resultado econômico de ações na contabilidade do setor público.
c) A receita econômica é o valor apurado a partir de benefícios gerados à sociedade pela ação pública, obtido por meio da multiplicação da quantidade de serviços prestados, bens ou produtos fornecidos, pelo custo de oportunidade.
d) O custo de oportunidade é o valor que seria desembolsado na alternativa desprezada de menor valor entre aquelas consideradas possíveis para a execução da ação pública.

RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias)


3. (Exame CRC 2012 – 1ª ed.) Uma entidade pública pretende adquirir um veículo e quer analisar qual o efeito da depreciação, usando o método das cotas constantes e o método da soma dos dígitos. O valor bruto contábil é R$52.000,00; foi determinado o valor residual de R$12.000,00 e valor depreciável de R$40.000,00. A vida útil do bem é de 5 anos, conforme a política da entidade. A taxa de depreciação será calculada anualmente para efeito de decisão.
Assim, mantidas as demais premissas, os valores líquidos contábeis, no uso do cálculo da depreciação pelo método das cotas constantes e pelo método da soma dos dígitos, respectivamente, ao final do quarto ano, são:
a) R$10.400,00 e R$3.466,67.
b) R$20.000,00 e R$14.666,67.
c) R$20.800,00 e R$10.400,00.
d) R$28.000,00 e R$20.000,00.

RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias)


4. (Exame CRC 2012 – 1ª ed.) De acordo com a NBC TSP 16.1 e a NBC TSP 16.5, as entidades do setor público devem manter procedimentos uniformes de registros contábeis, por meio de processo manual, mecanizado ou eletrônico, em rigorosa ordem cronológica, como suporte às informações.  As características do registro e da informação contábil apresentadas abaixo são verdadeiras, EXCETO:
a) Fidedignidade – onde os registros contábeis realizados e as informações apresentadas devem representar fielmente o fenômeno contábil que lhes deu origem.
b) Imparcialidade – onde os registros contábeis devem ser realizados e as informações devem ser apresentadas de modo a privilegiar interesses específicos e particulares de agentes e/ou entidades.
c) Integridade – onde os registros contábeis e as informações apresentadas devem reconhecer os fenômenos patrimoniais em sua totalidade, não podendo ser omitidas quaisquer partes do fato gerador.
d) Verificabilidade – onde os registros contábeis realizados e as informações apresentadas devem possibilitar o reconhecimento das suas respectivas validades.

RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias)


5. (Exame CRC 2012 – 1ª ed.) Em relação aos Balanços Orçamentário, Financeiro e Patrimonial no setor público, é CORRETO afirmar que:
a) O Balanço Financeiro demonstra e evidencia a movimentação financeira das entidades do setor público no período a que se refere, e discrimina somente os recebimentos e os pagamentos extraorçamentários.
b) O Balanço Financeiro demonstra e evidencia apenas a movimentação financeira das despesas orçamentárias das entidades do setor público no período a que se refere de natureza extraorçamentária.
c) O Balanço Orçamentário demonstra e evidencia a movimentação financeira das entidades do setor público no período a que se refere, e discrimina somente as receitas por fonte ou espécie.
d) O Balanço Orçamentário demonstra e evidencia apenas as receitas e despesas previstas em confronto com as realizadas, por categoria econômica.

RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias)


6. (Exame CRC 2012 – 2ª ed.) A NBC T 16.8 – Controle Interno, aplicável ao Setor Público, esclarece que a estrutura de controle interno compreende ambiente de controle; mapeamento e avaliação de riscos; procedimentos de controle; informação e comunicação; e monitoramento.  Associe os termos relacionados à estrutura de controle interno na primeira coluna com a respectiva descrição na segunda coluna e, em seguida, assinale a opção CORRETA.

(1) Monitoramento ( ) Identificação dos eventos ou das condições que podem afetar a qualidade da informação contábil.
(2) Mapeamento de riscos ( ) Compreende o acompanhamento dos pressupostos do controle interno, visando assegurar a sua adequação aos objetivos, ao ambiente, aos recursos e aos riscos.
(3) Procedimentos de controle ( ) Medidas e ações estabelecidas para prevenir ou detectar os riscos inerentes ou potenciais à tempestividade, à fidedignidade e à precisão da informação contábil.

A sequência CORRETA é:
a) 2, 3, 1.
b) 1, 3, 2.
c) 2, 1, 3.
d) 1, 2, 3.

RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias)


7. (Exame CRC 2012 – 2ª ed.) Uma prefeitura estabeleceu que seus bens seriam depreciados pelo método da soma dos dígitos. No dia 2.1.2009, foi adquirida e colocada em funcionamento uma máquina nova para recuperação de estradas no valor de R$45.000,00, com vida útil de 10 anos.  Considerando como base apenas a depreciação, o valor da Depreciação Acumulada e do Valor Líquido Contábil, será de, respectivamente:
a) R$22.090,91 e R$22.909,09 no final do 8º ano.
b) R$27.818,18 e R$17.181,82 no final do 3º ano.
c) R$32.727,27 e R$12.272,73 no final do 5º ano.
d) R$36.818,18 e R$8.181,82 no final do 7º ano.

RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias)


8. (Exame CRC 2012 – 2ª ed.) Uma sociedade empresária instalou uma nova fábrica em um terreno doado pela prefeitura. A subvenção foi concedida pelo município mediante o compromisso assumido pela empresa de construir a fábrica e permanecer no município por, no mínimo, dez anos.  De acordo com a NBC TG 07 – Subvenção e Assistência Governamentais, o registro inicial do terreno recebido dar-se-á a débito de conta do Ativo Não Circulante – Imobilizado e a crédito da conta de:
a) Passivo ou, alternativamente, conta redutora do Imobilizado.
b) Passivo ou, alternativamente, conta de Receita.
c) Receita.
d) Patrimônio Líquido.

RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias)|


9. (Exame CRC 2013 – 1ª ed.) O Ativo Imobilizado de uma determinada repartição pública estava assim constituído em 31.12.2011:

ITENS CUSTO DE AQUISIÇÃO VIDA ÚTIL VALOR RESIDUAL DEPRECIAÇÃO ACUMULADA
Veículos R$60.000 4 anos R$12.000 R$36.000
Máquinas e equipamentos R$150.000 10 anos R$20.000 R$39.000
Móveis e utensílios R$20.0000 15 anos  R$2.000 R$5.400
Instalações R$150.000 15 anos R$15.000 R$27.000
Total R$380.000 R$107.400

No decorrer do ano de 2012, não houve novas aquisições e nem baixas e não foram alterados os critérios de vida útil e valor residual.  Considerando as informações fornecidas, o valor contábil do Ativo Imobilizado apresentado no Balanço Patrimonial em 31.12.2012 é de:
a) R$143.200,00.
b) R$230.600,00.
c) R$236.800,00.
d) R$239.500,00.

RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias)


10. (Exame CRC 2013 – 1ª ed.) Em relação às variações patrimoniais no setor público, assinale a opção CORRETA:
a) Variações patrimoniais decorrentes de transações em que a entidade do setor público responde como fiel depositária de valores de terceiros, e que afetam o seu patrimônio líquido.
b) Variações patrimoniais são transações que promovem alterações nos elementos patrimoniais da entidade do setor público, mesmo em caráter compensatório, afetando, ou não, o seu resultado.
c) Variações qualitativas são aquelas decorrentes de transações no setor público, que alteram a composição dos elementos patrimoniais e aumentam ou diminuem o patrimônio líquido.
d) Variações quantitativas são aquelas decorrentes de transações no setor público, que alteram a composição dos elementos patrimoniais, sem afetar o patrimônio líquido.

RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias)


11. (Exame CRC 2013 – 1ª ed.) Na Contabilidade de um Município, os saldos em espécie, provenientes de exercício anterior, e os que se transferem para o exercício seguinte, serão demonstrados no:
a) Fluxo de Caixa.
b) Balanço Patrimonial.
c) Balanço Financeiro.
d) Balanço Compensado.

RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias)


12. (Exame CRC 2012 – 1ª ed.) De acordo com as Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público, inclusive a Lei nº 4.320/64, são demonstrações contábeis das entidades definidas no campo da contabilidade aplicada ao setor público:

a) Balanço Patrimonial, Balanço Orçamentário, Demonstração do Resultado do Exercício e Demonstração das Variações Patrimoniais;
b) Balanço Patrimonial, Balanço Orçamentário, Demonstração do Valor Adicionado e Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido;
c) Balanço Patrimonial, Balanço Orçamentário, Demonstração do Valor Abrangente e Balanço Financeiro;
d) Balanço Patrimonial, Balanço Orçamentário, Demonstração dos Fluxos de Caixa e Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido.

RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias)


13. (Exame CRC 2013 – 2ª ed.) Uma prefeitura de um determinado município brasileiro apresentou as seguintes informações contábeis referentes ao exercício financeiro de X1:

Receita prevista R$5.000.000,00
Receita arrecadada R$5.500.000,00
Despesa empenhada R$4.500.00,00
Despesa liquidada R$4.300.000,00
Despesa paga R$4.000.000,00
Despesa fixada R$5.000.000,00
Pagamento de resto a Pagar R$1.000.000,00

Com base nessas informações e na Lei nº 4.320/1964, o resultado da execução orçamentária, no exercício financeiro de X1, foi
a) R$500.000,00
b) R$1.000.000,00
c) R$1.200.000,00
d) R$1.500.000,00

RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias)


14. (Exame CRC 2013 – 2ª ed.) Conforme o que determina a Lei nº 4.320/64 sobre a contabilidade aplicada às entidades públicas governamentais, assinale a opção INCORRETA.

a) A contabilidade deverá manter os registros analíticos de todos os bens de caráter permanentemente, com indicação dos elementos responsáveis pela sua guarda e administração.

b) A Demonstração das Variações Patrimoniais evidenciará as alterações verificadas no patrimônio, resultantes ou independentes da execução orçamentária, e indicará o resultado financeiro do exercício.

c) As autarquias devem remeter, dentro do prazo que a legislação fixar, os balanços ao órgão central de contabilidade da União, dos Estados, dos municípios e do Distrito Federal para fins de incorporação dos resultados, salvo disposição legal em contrário.

d) Os serviços de contabilidade serão organizados de forma a permitirem o acompanhamento da execução orçamentária, o conhecimento da composição patrimonial, a determinação dos custos dos serviços industriais, o levantamento dos balanços gerais, a análise e a interpretação dos resultados econômicos e financeiros.

RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias)


15. (Exame CRC 2014 – 2ª ed.) De acordo com as Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público, relacione o tipo de fluxo de caixa adotado por uma determinada prefeitura, descrito na primeira coluna, com as respectivas operações, apresentadas na segunda coluna, e, em seguida, assinale a opção CORRETA:

(1) Fluxo de Caixa das Operações ( ) Compreende os recursos relacionados à captação e à amortização de empréstimos e financiamentos.
(2) Fluxo de Caixa dos Financiamentos ( ) Compreende os recursos relacionados à aquisição e à alienação de ativo não circulante, bem como, os recebimentos em dinheiro por liquidação de adiantamentos ou amortização de empréstimos concedidos e outras operações de mesma natureza.
(3) Fluxo de Caixa dos Investimentos ( ) Compreende os ingressos, inclusive decorrentes de receitas originárias e derivadas, e os desembolsos relacionados com a ação pública e os demais fluxos que não se qualificam como de investimento ou financiamento.

A sequência CORRETA é:
a) 2,1,3.
b) 2,3,1.
c) 3,1,2.
d) 3,2,1.

RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias)