Concurso IBGE – Efetivo: Solicitadas 1.800 vagas para nível médio e superior!

IBGE - Rescenseador

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) solicitou ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) a realização de um novo concurso público para provimento efetivo de 1.800 vagas, sendo 1.200 de técnico. Esse cargo é destinado a quem possui o nível médio e tem ganhos de R$ 3.556,85.

As demais 600 vagas solicitadas são para a função de analista, de nível superior. A remuneração nesse caso é de R$ 7.458,49. Os valores já incluem o auxílio-alimentação de R$ 458. O pedido de concurso IBGE foi protocolado no Ministério do Planejamento no dia 15 de dezembro. De lá para cá foram registradas 23 movimentações. Hoje a solicitação está na Divisão de Concursos Públicos do Planejamento.

Aposentadorias reforçam abertura de novo concurso IBGE efetivos
Enquanto o IBGE negocia com o governo a possibilidade de realizar o concurso IBGE 2018, o órgão sofre com a carência de pessoal e as aposentadorias. Na medida em que as demandas de pesquisas no país crescem a cada dia, o quadro de pessoal do IBGE diminui a cada mês.

Dados da da Associação e Sindicato dos Servidores do IBGE (ASSIBGE) mostram que 1.900 servidores (38% do quadro atual) estão em abono de permanência, podendo se aposentar a qualquer momento.

Pedido protocolado para novo concurso IBGE

Último concurso IBGE para efetivos
O IBGE já nomeou os 600 aprovados dentro das vagas, sendo essa medida um provimento adicional, totalizando 900 vagas no total. Agora, novas autorizações só podem ocorrer por despacho presidencial.

O IBGE recebeu 511.185 inscritos para o concurso que teve as provas aplicadas em abril, segundo a FGV, a organizadora do processo. Foram 476.437 inscritos para as 460 vagas de técnico em informações geográficas e estatística, uma concorrência média de 1.035 candidatos por vaga.

Já para as 140 vagas de analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatísticas e de tecnologista em informações geográficas e estatísticas foram 34.748 inscritos, uma média de 248,2 candidatos por vaga. Segundo a FGV, o total da remuneração bruta pode chegar a R$ 7.662,49 para os servidores sem titulação, a R$ 8.055,41 para os portadores de certificado de especialização, a R$ 8.448,33 para os portadores de título de mestre e a R$ 9.396,88 para os portadores de título de doutor.

Das 140 vagas, 118 são para o Rio de Janeiro e 22 para os seguintes estados: Amazonas, Amapá, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, além do Distrito Federal, sendo 8 vagas reservadas para pessoas com deficiência e 8 para candidatos negros.

O concurso oferecia oportunidades para os cargos de técnico em informações geográficas e estatísticas (460), de nível médio, 90 para analistas de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatísticas e 50 para tecnologistas (ambos de nível superior).

As provas objetivas do concurso do IBGE ocorreram em 10 de abril, para analistas e tecnologistas, e no dia 17 do mesmo mês, para quem desejava um dos postos de técnico. Para os três cargos, a avaliação foi aplicada das 13h às 17h, exceto o analista da área de Análise de Sistemas/Desenvolvimento, que fará a prova das 13h às 18h. Os candidatos a técnico foram submetidos a 60 questões, sendo dez de Conhecimentos Específicos do IBGE, 15 de Geografia, 15 de Matemática e 20 de Língua Portuguesa.

Os concorrentes a analista e tecnologista foram submetidos a 70 questões, exceto os da área de Análise de Sistemas/Desenvolvimento, que responderá a 60 e fará uma prova discursiva. O exame objetivo versou sobre Conhecimentos Básicos (Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Raciocínio Lógico Quantitativo) e Conhecimentos Específicos. O número de questões por disciplina varia. Para o técnico, foi aprovado quem conseguir, pelo menos, 40% dos pontos da prova, sem zerar nenhuma disciplina. Para analista e tecnologista, estará apto quem alcançar 50% dos pontos da prova, sem zerar nenhuma matéria, além de obter uma pontuação mínima na parte específica, que varia de acordo com a área pretendida.

Detalhes concurso IBGE efetivos:
Concurso: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Concurso IBGE 2016)
Banca organizadora: A definir
Cargos: Técnico; Analista;
Escolaridade: Nível médio e superior
Estados: Nacional
Número de vagas: 1.800
Remuneração: Até R$ 9 mil
Situação: Previsto
Previsão para publicação do edital: 2018
Fonte:Blog Gran Cursos

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*