Sefaz/DF: expectativa de concurso para 2018

Secretaria da Fazenda do Distrito Federal

Aguardado desde 2014, o novo concurso público da Secretaria da Fazenda do Distrito Federal (Sefaz/DF) para o cargo de auditor fiscal continua em pauta, com expectativa de se concretizar no decorrer de 2018. Na ocasião, em 13 de maio de 2014, a seleção chegou a ser autorizada pelo então governador Agnelo Queiroz, mas acabou não se concretizando em decorrência da crise econômica pela qual o país tem passado. De qualquer forma, a necessidade de pessoal persiste e a expectativa é de que uma nova autorização seja divulgada até meados do próximo ano.

De acordo com a assessoria de imprensa do órgão, no começo de 2015, a Secretaria deGestão Administrativa e Desburocratização (Segad) decidiu devolver todosos processos de abertura de concursos aos respectivos órgãosdemandantes para reavaliar a real necessidade de contratações. No casode auditores, em 29 de junho de 2015 foi encaminhado parecer apontando a real necessidade decontratação dos servidores. Porém, desde então, a Segad ainda não realizou oprocesso de escolha da banca organizadora e agora, para ser realizado, o certame precisará de nova autorização.

De acordo com a autorização de 2014, a oferta deveria ser de 100 vagas e para concorrer é necessário possuir curso de nível superior em qualquer área de formação. Aremuneração inicial da carreira é de R$ 12.296, podendo chegar a R$19.173 para o servidor veterano, após aproximadamente 15 anos deexercício.

Alémdas vagas iniciais, a autorização determinava a possibilidade de manterum cadastro reserva de pessoal. No concurso anterior, realizado em 2001, a ofertaimediata foi de 200 vagas, com complementação de cadastro para mais 20% do total de classificados durante o prazo de validade.

Atribuições
As atribuições da carreira correspondem a atividades de lançamento,cobrança e fiscalização, com relação aos tributos diretos, bem como mercadorias em trânsito, levantamento físico de estoque em estabelecimentos inscritos ou não no cadastro fiscal do Distrito Federal, e microempresas e empresas de pequeno porte, definidas em lei.

Último concurso
O último concurso, realizado em 2001, foi organizado pela Fundação Carlos Chagas.A seleção contou com provas objetivas sobre conhecimentos gerais (compeso 1) e conhecimentos específicos (com peso 2). No primeiro foramcobrados temas sobre língua portuguesa, matemática, contabilidadecomercial, contabilidade pública, noções de direito constitucional,noções de direito administrativo, noções de direito comercial, noções dedireito penal e noções de informática. Já em conhecimentos específicos,os temas foram sobre direito tributário e legislação tributária doDistrito Federal.
Fonte:jcconcursos.uol.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*