MP/SP: edital para auxiliar e analista sai este mês

Ministério Público do Estado de São Paulo

Mais um passo para a realização do novo concurso público que será promovido pelo Ministério Público do Estado de São Paulo (MP/SP) para os cargos de auxiliar de promotoria e analista técnico científico, autorizado em 18 de maio, pelo procurador-geral da justiça, Gianpaolo Poggio Smanio. Foi confirmada, por meio de publicação em diário oficial, na última quarta-feira, 5 de julho, a banca organizadora do certame. A escolhida é a Fundação Vunesp, que agora deve definir com o órgão a data de publicação do edital. De acordo com informações obtidas junto a membros da comissão do certame, a liberação do edital está prevista para ocorrer já na segunda quinzena deste mês.

Ao todo serão 37 vagas para todo o estado, sendo 28 para a carreira de auxiliar e nove para analista técnico científico. No caso de auxiliar, para concorrer basta possuir ensino fundamental, com remuneração inicial de R$ 3.575,13, incluindo salário de R$ 2.604,65, auxílio-alimentação de R$ 710 e auxílio-condução de R$ 11,84 por dia, o que equivale a R$ 260,48.

No caso de analista técnico científico, para concorrer é necessário possuir curso de nível superior. Neste caso, as áreas de formação serão para administrador, contador e economista, com remuneração inicial de R$ 12.875,55.

Para os dois cargos, a jornada de trabalho será de 40 horas semanais.
A comissão do concurso, instituída em 28 de junho, é presidida pelo promotor de justiça Marcio Francisco Escudeiro Leite e conta, ainda, com o promotor Denis Fábio Marsola, a assessora técnica Maria Elizabete de Araújo, a oficial de promotoria Rosangela Andrade Gomes de Paula e a assessora técnica de promotoria Vivian Seabra.

Também foi constituída a equipe multiprofissional, presidida pela promotora Sandra Lucia Garcia Massud e composta, ainda, pela analista de promotoria e médico da área de saúde e assistência social Rodrigo Itocazo Rocha, analista de promotoria – psicóloga Dagmar Menichetti, assistente técnica de promotoria – fonoaudióloga Ana Paula Sanches, diretora da divisão de assuntos complementares do órgão Neuza Gonçalves de Souza e diretor técnico de divisão Fabio Fernando Ruiz Hajnal.

É importante ressaltar que a oferta de 37 vagas diz respeito somente às necessidades imediatas. A própria autorização do procurador-geral já determina que o concurso também será para suprir eventuais necessidades que forem surgindo, o que garante a nomeação de muitos remanescentes durante o prazo de validade do certame.

Distribuição de vagas do concurso MP/SP
Das 28 vagas de auxiliar, 20 são destinadas para a primeira região administrativa, que inclui a capital paulista Grande São Paulo, Santos e Vale do Ribeira. Neste caso, as oportunidades serão para as áreas de eletricista, encanador, marceneiro, pedreiro, pintor e serralheiro.

As oito vagas restantes serão para um cargo de eletricista e um de encanador para cada uma das demais quatro áreas regionais. A segunda região inclui as cidades de Campinas e Taubaté. A terceira inclui Sorocaba e Piracicaba. Na quarta, Araçatuba, Bauru e Presidente Prudente. Por fim, na quinta, Franca, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto.

Provas do concurso MP/SP
Quem pretende concorrer já pode dar início aos estudos, tendo como base os conteúdos programáticos das últimas seleções. No caso de auxiliar de promotoria, o último concurso ocorreu em 2014, somente para a área administrativa. Para analista técnico científico, a última seleção foi em 2015. Ambas foram organizadas pela Fundação Vunesp.

No caso de auxiliar de promotoria, a seleção contou apenas com uma prova objetiva, com 60 questões, sendo 25 de língua portuguesa, 15 de matemática e 20 de conhecimentos gerais, incluindo seis de história, seis de geografia, seis de atualidades e duas de legislação.

Para analista técnico científico, na última seleção as oportunidades foram para diversas áreas de atuação, mas não incluíam as de administrador, contador e economista, que serão oferecidas na nova seleção. De qualquer forma, a seleção foi composta de prova objetiva, com 60 questões, além de avaliação dissertativa, com estudo de caso. Na parte objetiva foram 30 questões de conhecimentos gerais e 30 de conhecimentos específicos. Em conhecimentos gerais foram dez de língua portuguesa, dez de matemática, cinco de atualidades e cinco de noções de informática ou raciocínio lógico, variando de acordo com a área de atuação.

Disputa
Quem pretende concorrer ao concurso do MP/SP deve iniciar os estudos o quanto antes, uma vez que a carreira de auxiliar de promotoria costuma ser bastante disputada. No concurso de 2014 foram registrados nada menos do que 54.793 inscritos para a oferta inicial de 37 oportunidades.

Já a última seleção para analista técnico científico contou com 6.159 inscritos para 40 vagas, nas áreas de arquitetura e urbanismo, biólogo, engenheiro agrônomo, engenheiro avaliador, engenharia de computação, engenharia de segurança do trabalho, engenharia de tráfego, engenharia florestal, engenharia industrial, engenharia química, geógrafo, pedagogo e médico veterinário.
Fonte: jcconcursos.uol.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*