Concurso TCE/SP: definida organizadora para agente

Tribunal de Contas do Estado de São Paulo

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE/SP) avançou com os preparativos para a realização de novo concurso público para os cargos de agente da fiscalização financeira e agente da fiscalização financeira – administração. Acontece que o órgão definiu a banca organizadora do certame, que é a Fundação Vunesp.

Com isso, é grande a expectativa para que no decorrer das próximas semanas seja lançado o edital da seleção. O passo a seguir será a assinatura do contrato de prestação de serviços entre o tribunal e a organizadora.

Vale lembrar que, em abril, foi definida a comissão responsável por organizar o concurso do TCE/SP. O grupo é presidido pelo vice-presidente do tribunal, o conselheiro Renato Martins Costa, e tem os seguintes membros: Olavo Silva Junior, Fernando Rodrigues Camacho, Marcus Augusto Gomes Ceravolo, Paulo Massaru Uesugi e Andréa Vilas Boas Soares Alexandre.

Escolaridade e remuneração do concurso do TCE/SP
Para pleitear a função de agente de fiscalização financeira é necessário possuir diploma de graduação em direito, ciências contábeis, ciências econômicas, administração de empresas ou pública, engenharia civil ou gestão de políticas públicas.

Já a carreira de agente de fiscalização financeira – administração admite profissionais com nível superior em direito, ciências contábeis, ciências econômicas, administração de empresas ou pública, engenharia, gestão de políticas públicas, biblioteconomia e documentação, enfermagem, nutrição, pedagogia especializada em educação infantil, psicologia ou serviço social.

O salário inicial para ambas as funções corresponde a R$ 9.003,47, sem contar os benefícios, como o vale-refeição de R$ 29 diários (R$ 638 se considerados 22 dias), auxílio-alimentação mensal de R$ 125, vale-transporte de R$ 11,80 diários (R$ 259,60 se levados em consideração 22 dias), auxílio-escola (reembolso de até R$ 1.049,33 para quem tem filhos de até 7 anos) e plano de saúde.

Atribuições dos cargos
Cabe ao agente da fiscalização financeira prestar serviços internos e externos no âmbito da fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial do Estado e dos seus municípios, exceto o da capital, e das respectivas entidades da administração direta e indireta.

O agente da fiscalização financeira – administração tem como dever prestar serviços internos e externos nas áreas da administração de pessoal, de materiais, de transportes, de comunicações, de finanças e orçamento, biblioteca, e executar atividades didáticas pedagógicas que exijam conhecimentos específicos da área educacional e recreativa de convivência infantil ou nas áreas de saúde, assistência social e nutricional, executar e acompanhar atividades rotineiras que exijam conhecimentos específicos e outras atividades correlatas, podendo, a critério da Administração, prestar serviços exclusivamente em sua área de formação.

Último concurso do TCE/SP
Em 2011, o TCE/SP lançou edital com 83 vagas, sendo 64 para agente, 12 para agente – administração e sete para auxiliar da fiscalização financeira II. A banca organizadora, na ocasião, foi a Fundação Carlos Chagas.

As oportunidades ficaram distribuídas entre a capital e as cidades de Araçatuba, Bauru, Campinas, Marília, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São José dos Campos, Sorocaba, Araras, Fernandópolis, Registro, Araraquara, Guaratinguetá, Andradina, Itapeva, Ituverava e Adamantina.
Todos os participantes foram submetidos a uma prova com questões de múltipla escolha sobre conhecimentos gerais e específicos. O teste foi aplicado no município de São Paulo.
Fonte:jcconcursos.uol.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*