Concurso MPU: encerrado processo de remoção

Ministério Público da União

Mais um passo para que o Ministério Público da União (MPU) possa dar início a seu novo concurso público para os cargos de técnicos e analistas. Acontece que o órgão já encerrou seu concurso interno de remoção, procedimento considerado essencial para definir a distribuição de vagas por áreas e localidades do novo certame, cuja publicação do edital está prevista para ocorrer até meados do segundo semestre.

Além disso, a comissão do concurso, constituída em 8 de março, já deu início ao processo de escolha da banca organizadora, que deve ser anunciada nas próximas semanas.

A expectativa é de que a publicação do edital ocorra a partir de agosto, uma vez que o certame será para diversas áreas que constam em concurso anterior, com o término da validade no final deste ano.

De qualquer forma, no concurso do MPU, já está certo que a oferta será para técnicos e analistas em diversas áreas. Para concorrer ao cargo de técnico basta possuir ensino médio, com remuneração inicial de R$ 6.376,41, a partir de junho. No caso dos analistas, com necessidade de nível superior, o inicial será de R$ 10.461,90, também a partir de junho.

Melhorias Salariais
É importante ressaltar que as carreiras contarão com mais quatro reajustes salariais até 2019. No caso de analistas, os valores básicos passarão a ser de R$ 6.708,53 em novembro deste ano, R$ 6.862,73 em junho de2018, R$ 7.080,21 em novembro de 2018 e R$ 7.591,37 em janeiro de 2019.

Para os analistas: R$ 11.006,83 em novembro deste ano, R$ 11.259,81em junho de 2018, R$ 11.616,61 em novembro de 2018 e R$ 12.455,30 em janeiro de 2019.

Dois cargos previstos para contar com oportunidades são os de técnico na área administrativa, que pede apenas ensino médio, e analista na área de direito, com superior específico.

A comissão do concurso do MPU, instituída em março, é presidida pelo servidor Blal Yassine Dalloul e conta, ainda, com os seguintes participantes: Eloá Todarelli Junqueira, Denise Costa Recedive, Sandra Roberta de Souza Oliveira, Tatiane Diniz da Silva e Rayza Madlum de Paula.

Embora a oferta de vagas e as áreas de atuação ainda não estejam definidas, a tendência é de que incluam diversas áreas do concurso realizado pelo órgão em 2013, cuja validade expira este ano, em novembro para os técnicos e dezembro para analistas.

Concurso de 2013
Na ocasião, a seleção contou com 263 vagas e para técnicos as oportunidades foram para os cargos de técnico do MPU, técnico na área técnico administrativa especialidade tecnologia da informação e comunicação, técnico na área de saúde – enfermagem e técnico na área de saúde – saúde bucal.

No caso de analistas, as opções foram para analista do MPU, analista na área técnico-administrativa – especialidade arquivologia, analista na área técnico administrativa – biblioteconomia, analista na área técnico administrativa – comunicação social, analista na área técnico administrativa – educação, analista na área técnico administrativa – estatística, analista na área técnico especializado – finanças e controle, analista na área técnico especializado – gestão pública, analista técnico especializado – planejamento e orçamento, analista na área de clínica médica, analista área de medicina – psiquiatria, analista na área de perícia – antropologia, analista na área de perícia – arquitetura, analista na área de perícia -contabilidade,analista na área de perícia – economia, analista na área de perícia – engenharia agronômica, analista na área de perícia – engenharia ambiental, analista na área de perícia – engenharia civil, analista na área de perícia – engenharia de segurança do trabalho, analista na área de perícia – engenharia elétrica, analista na área de perícia – engenharia florestal, analista na área de perícia – engenharia mecânica, analista na área de perícia – engenharia sanitária, analista na área de perícia – geografia, analista na área de perícia – medicina, analista na área de perícia medicina do trabalho, analista na área de perícia – oceanografia, analista na área de saúde – enfermagem, analista na área de saúde – odontologia, analista na área de saúde – psicologia, analista na área de saúde – serviço social, analista na área de tecnologia da informação e comunicação – desenvolvimento de sistemas e analista na área de tecnologia da informação e comunicação – suporte e infraestrutura.

Na ocasião, o concurso contou com oportunidades para o Distrito Federal e estados de Pernambuco, São Paulo, Amazonas, Rondônia, Maranhão, Pará, Rio Grande do Sul, Acre, Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais,Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Alagoas, Maranhão, Mato Grosso, Paraíba e Tocantins. A banca foi o Cespe/UnB
Fonte:jcconcurso.uol.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*