CVM: expectativa é de oferta de 127 vagas no novo concurso

Comissão de Valores Mobiliários-cvm

O pedido de concurso da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) já foi encaminhado ao Ministério da Fazenda. O órgão, responsável pela regulação do mercado financeiro, solicitou vagas nas funções de agente executivo (nível médio; R$5.634,43), analista e inspetor (nível superior, R$16.933,64). Apesar de não ter confirmado a quantidade de vagas solicitadas, acredita-se a CVM tenha requerido ao menos 127, número que corresponde ao déficit atual.

De acordo com o presidente da autarquia, Leonardo Pereira, a aprovação desse concurso é essencial para o bom funcionamento da CVM. “Indicamos nos relatórios do Plano de Supervisão Baseada em Risco que o déficit de servidores da autarquia poderá acarretar prejuízos diretos às atividades da entidade, em especial, as de supervisão e sanção. Assim, entendemos que a realização de concurso público é fundamental, a fim de que possa ser recomposto o quadro de servidores da autarquia, mitigando, assim, o risco de prejuízos diretos às atividades da CVM e assegurando que a autarquia continue sendo referência global de regulação do mercado de capitais, conforme reconhecido em recentes avaliações e inspeções internacionais.”

A expectativa é de que, nos próximos dias, o Ministério da Fazenda repasse o pedido de concurso ao Ministério do Planejamento, pasta responsável por analisar e autorizar os concursos autorizados.

Último concurso foi em 2010. Veja programa do principal cargo.
Sem realizar concursos desde 2010, quando na época 150 vagas foram oferecidas nos três cargos, as oportunidades da CVM costumam ser para o Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília. Tradicionalmente, porém, a maior parte de vagas se destina ao Rio de Janeiro, por ser a sede da autarquia. No concurso anterior, 85% das vagas estiveram na capital fluminense.

Exigindo um alto grau de preparação, os concursos da CVM também costumam apresentar uma alta relação candidato vaga. No cargo de agente, por exemplo, a relação passada foi de 320 candidatos por vaga no Rio e de 726 em São Paulo. Como meio de avaliação nesta função, os candidatos foram submetidos a 90 questões objetivas de Língua Portuguesa, Conhecimentos Contemporâneos, Estrutura do Mercado de Valores Mobiliários, Conhecimentos Básicos de Administração e Administração Pública, além de uma redação.

Já nas funções de nível superior, os candidatos tiveram que responder 50 questões de disciplinas que variavam conforme a área de especialização pleiteada. Para se candidatar à função de analista, foi preciso ter graduação completa em Arquivologia, Biblioteconomia, Infraestrutura de TI, entre outros. Já na função de inspetor, qualquer curso de graduação foi aceito.

Agente executivo da CVM: Programa
Para orientação daqueles que já querem dar a largada nos estudos para agente executivo da CVM, Nós publicamos abaixo o programa da última seleção, realizada em 2010, que, segundo professores, é a melhor referência para este início de preparação.

LÍNGUA PORTUGUESA: Compreensão Textual. 2. Ortografia. 3. Semântica. 4. Morfologia. 5. Sintaxe. 6. Pontuação.

CONHECIMENTOS CONTEMPORÂNEOS: 1. O mundo de 1870 a 1945: as transformações nas economias européias: do capitalismo liberal ao monopolista; a política imperialista: América Latina, África e Ásia. 2. A crise da sociedade liberal: guerras mundiais, revoluções sociais e fascismos; a Grande Depressão de 1929 e a experiência americana. 3. O Brasil da monarquia à república (1870 – 1939): a transição do trabalho escravo para o trabalho livre; origens da indústria e da classe operária; a crise da monarquia: república federalista e coronelismo; literatura, política e pensamento social no Brasil. 4. Brasil: a crise dos anos 20 e o movimento de 1930; a implantação das indústrias de base, a crise da economia agroexportadora e a política trabalhista; o Estado Novo e seus projetos. Corporativismo, leis trabalhistas e sindicalismo. 5. A sociedade capitalista. Os anos 50: a guerra-fria e a bipolaridade; imperialismo, descolonização e neocolonialismo. 6. A construção e crise do socialismo: o modelo soviético; a China, do socialismo ao socialismo de mercado. 7. O Brasil entre 1945 e 1964: da economia brasileira da Segunda Grande Guerra ao desenvolvimento dos anos JK; a crise econômica dos anos 60 e as reformas de base; 1964-1985: capitalismo e autoritarismo; a construção e a crise do milagre econômico. 8. O Brasil da Nova República: a Constituição de 1988; a crise econômica brasileira dos anos 80 e 90; cultura e arte no Brasil moderno. História e Cultura Afro-Brasileira. 9. As disputas geopolíticas da atualidade; os conflitos étnicos, a questão das nacionalidades e intolerância religiosa; a questão islâmica; neoliberalismo, globalização e grandes conjuntos socioeconômicos do mundo contemporâneo; organizações mundiais e grandes conglomerados. 10. Recursos naturais e o aproveitamento socioeconômico; a produção/reprodução do meio ambiente como ação humana; estratégias de uso, conservação e recuperação das condições ambientais. 11. O processo desenvolvimento/subdesenvolvimento e seus indicadores; divisão internacional do trabalho e suas transformações; fluxos comerciais e financeiros. 12. A população mundial: indicadores socioeconômicos; crescimento e transição demográfica; estrutura etária; os setores de atividade econômica e a distribuição da população; movimentos migratórios e seus impactos. 13. População no Brasil: processo de formação; dinâmica do crescimento e suas implicações; indicadores socioeconômicos; estrutura etária e a transição demográfica; distribuição por atividades econômicas; movimentos migratórios internos e externos – regionais e internacionais, e a distribuição territorial da população; urbanização e metropolização.

ESTRUTURA DO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS

O SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL E A CVM: 1. Sistema Financeiro Nacional: bases, funções, estrutura e funcionamento. 2. Mercado financeiro e de capitais: importância econômica. 3. Regulação e auto-regulação do mercado de valores mobiliários. 4. CVM: constituição, atribuições, competência, organização e funcionamento. 5. Agentes de Mercado: Bancos múltiplos, de Investimento, Sociedades Corretoras, Distribuidoras, Bolsas de Valores, de Mercadorias e de Futuros, Balcão Organizado, Entidades de Compensação e Liquidação, Instituições Custodiantes, Emissoras de Valores Mobiliários Escriturais, Emissoras de Certificados e Agentes Autônomos. 6. Companhias Abertas: conceito; registro; política de divulgação de informações. 7. Valores Mobiliários: conceito e especificidade em relação a outros títulos. A distribuição dos valores mobiliários no mercado. 8. Mercado primário e secundário. Principais características dos mercados de balcão, balcão organizado e de bolsa. 9. Globalização do mercado de valores mobiliários. 10. Legislação do mercado de valores mobiliários: leis n° 6.385/76, 6.404/76 e alterações posteriores.

CONHECIMENTOS BÁSICOS DE ADMINISTRAÇÃO: 1. Administração. Conceito. Funções (planejamento, organização, direção e controle). Produtividade, eficiência, eficácia e efetividade. 2. Planejamento estratégico, tático e operacional. Características, técnicas, ferramentas. Relação organização – ambiente. 3. Estruturas organizacionais e organogramas: características, tipos, vantagens e desvantagens. 4. Liderança: tipos de abordagens. Poder e influência. Comunicação. Habilidades interpessoais. Trabalho em equipe. 5. Controle. Importância e fundamentos. Processo de controle. Instrumentos e ferramentas de controle do desempenho da organização. 6. Temas contemporâneos da Administração. Qualidade Total, Reengenharia. Downsizing. Gestão do Conhecimento. 7. Gestão de documentos. O ciclo vital dos documentos: arquivos correntes, intermediários e permanentes. Métodos de classificação dos documentos. Preservação de documentos.

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: 1. Conceitos, elementos e poderes do Estado. Organização do Estado e da Administração. Governo e Administração Pública. Princípios da Administração Pública. 2. Entidades políticas e administrativas. Natureza Jurídica e Características. Espécies da Administração Indireta. Características. Regime Jurídico, classificação e espécies. 3. Organização Administrativa Brasileira. Órgãos e Entidades da Administração Federal. Natureza e competências. Princípios e Instrumentos. 4. Poderes e deveres do administrador público. Poderes Administrativos (vinculado, discricionário, hierárquico, disciplinar, regulamentar e de polícia). Características e formas de atuações. 5. Atos administrativos. Conceito, requisitos, elementos, atributos, classificação, espécies. Anulação e Revogação. 6. Processo Administrativo – Lei nº 9.784/99. 7. Código de Ética do Servidor Público Federal – Dec. 1.171/94.
Fonte:Folha Dirigida

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*