TJ-MG: edital do concurso para nível médio está pronto!

Tribunais

Boa notícia para interessados em ingressar nos quadros de pessoal do Poder Judiciário. A Consulplan, organizadora, informou que o edital do concurso da 1ª instância do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG) já está pronto. Entretanto, o documento está em fase de revisões finais para que seja publicado nos próximos dias.

Quer saber quais serão os cargos ofertados? Mais informações logo abaixo:
As vagas serão para o nível médio nos cargos de oficial de apoio e oficial judiciário, esse último para atuar como Comissário da Infância e da Juventude. A remuneração inicial é R$ 3.328,54, já contando o auxílio-alimentação no valor de R$ 779, além de outros benefícios como auxílio creche e transporte.

A seleção deverá ser composta por duas fases, sendo a primeira a prova objetiva, classificatória e eliminatória, para ambos os cargos. O exame trará 80 questões, sendo distribuídas pór conteúdos de Língua Portuguesa, Noções de Direito, Noções de Informática e Atos de Ofício, com previsão de quatro horas de aplicação.

No último concurso para esses cargos, realizado em 2009 pela Fundep, o período de inscrições foi de 1º a 30 de março e a prova objetiva foi aplicada 33 dias depois do término do prazo. Assim, é provável que esse período seja mantido e as provas do novo concurso sejam aplicadas com pouco mais de um mês após o fim das inscrições.

Aqueles que forem aprovados na primeira fase do concurso serão submetidos a uma prova prática de digitação, que no último concurso teve caráter eliminatório. Os exames deverão ser realizados na capital, além de outras cidades como Diamantina, Governador Valadares, Juiz de Fora, Montes Claros e Varginha.

O regime de contratação do TJ-MG é um dos mais procurados por candidatos a concurso público: o estatutário. Em épocas de crise, a tão sonhada estabilidade é tida como valiosa pelos participantes. Além disso, o tribunal possui uma tradição de muitasa nomeações. No último concurso, por exemplo, foram mais de 1.100 convovações para as carreiras de oficiais.
Fonte:Folha Dirigida

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*