AGU confirma pedido de concurso ao Planejamento

Advocacia Geral da União -AGU

A Advocacia-Geral da União (AGU) solicitou um novo concurso público ao Ministério do Planejamento, que poderá contemplar a área de apoio. O pedido foi protocolado no dia 23 do último mês e já passou por sete setores do Planejamento, incluindo o gabinete do secretário de Gestão de Pessoas e Relações de Trabalho, Sérgio Mendonça.

Questionada, a AGU confirmou a solicitação, mas informou que dados sobre cargos e vagas do concurso só serão passados após um eventual aval. Já o Ministério do Planejamento informou que “não antecipa informações sobre matérias que estão sob análise interna”. Apesar disso, como o último concurso da AGU para a área de apoio, em 2014, teve a validade expirada em julho do ano passado, essa seleção pedida poderá contemplar cargos administrativos.

Veja cargos do último concurso
O concurso da área de apoio de 2014 contemplou os quadros da AGU e da Secretaria de Portos da Presidência da República. Para a AGU, os cargos ofertados foram técnico em contabilidade (médio/técnico e R$ 3.953,92), além de técnico em comunicação social, bibliotecário e analista de sistemas, todos para graduados nas áreas mencionadas.

Houve chances ainda para analista técnico administrativo, para quem tem qualquer formação. Os ganhos dos analistas são de R$ 5.752,52. Para a Secretaria de Portos, as funções contempladas foram agente administrativo (nível médio e R$ 3.276,02) e técnico em contabilidade (médio/técnico e R$ 3.276,02). No nível superior, as oportunidades foram para administrador, contador e economista, para formados nessas áreas.

Também houve a oferta de vagas para analista técnico administrativo, cargo destinado a graduados em qualquer área. A remuneração desses analistas é de R$ 4.705,82, exceto economistas, que têm ganhos de R$ 5.792,90. Em todos os valores já está somado o auxílio-alimentação de R$ 458.

Os selecionados costumam atuar em Brasília e são contratados pelo regime estatutário (estabilidade). Em 2014, foram 100 vagas, sendo 60 para a AGU e 40 para a Secretaria de Portos. Os candidatos foram avaliados por meio de duas provas objetivas, sendo uma de Conhecimentos Básicos(50 questões) e outra de Específicos (30). A organização coube ao Cebraspe (antigo Cespe/UnB).

Para todos os cargos, exceto analista de sistemas, a objetiva, versou sobre Português (15 questões), Raciocínio Lógico (15), Noções de Informática (dez) e Conhecimentos Gerais (dez), na parte de Conhecimentos Básicos, e Conhecimentos Específicos (30). Para analista de sistemas, a prova foi sobre Português (15 questões), Raciocínio Lógico (15), Inglês (dez) e Conhecimentos Gerais (dez), em Conhecimentos Básicos, além de Conhecimentos Específicos (30).
Fonte:Folha Dirigida

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*