Concurso TRE – TO já tem oferta de vagas definida

Tribunal Regional Eleitoral - TO

O Concurso TRE – TO, do Tribunal Regional Eleitoral, está confirmado. Desde de Outubro de 2016, a comissão de concurso já estava formada mas, neste mês de fevereiro, o quadro de vagas da seleção foi definido. Serão 9 vagas, ao todo, mais formação de cadastro de reserva, para cargos nos níveis médio e superior. Com isso, os candidatos já podem começar a se preparar para o concurso TRE – TO 2017. A banca organizadora já foi escolhida e em breve deve ser revelada por meio de divulgação do extrato de contrato.

Concurso TRE – TO: expectativa de edital até maio
Espera-se que o edital, com maiores informações sobre o concurso TRE – TO, seja lançado até maio. A expectativa é de que as provas sejam aplicadas no segundo semestre deste ano. No último concurso, realizado em 2010, a instituição organizadora foi a Fundação Carlos Chagas.

A remuneração inicial para os cargos que exigem nível médio é de R$7.044,75, incluindo neste valor, a gratificação de atividade judiciária e vale-alimentação. Para aqueles que possuem ensino superior, o salário inicial é de R$10.992,07, também já contando gratificação de atividade e vale-alimentação.

TRE – TO terá vagas para técnico judiciário
Das 9 vagas, 5 são para o cargo de técnico judiciário – área Administrativa, que exige apenas o ensino médio completo. Também para técnico judiciário, só que na área de Programação de Sistemas, serão ofertadas 2 vagas, com exigência de ensino médio/técnico na área.

O concurso terá ainda como destaque o cargo de analista judiciário – área Administrativa, que será destinado àqueles que tiverem ensino superior em qualquer área de formação. Para analista, o concurso terá ainda 1 vaga para a área de Contabilidade e uma para a área Judiciária, que exige ensino superior em Direito.

O último concurso TRE- TO foi em 2010 e ofereceu 9 vagas para os cargos de técnico e analista judiciário. Sua validade foi de dois anos, que foi prorrogada pelo mesmo período em 2013. Portanto, sua validade final se encerrou em 2015 e desde então não houve nova seleção, o que pode ser um indício de contratação rápida e possível convocação de classificados no cadastro de reserva.
Fonte:Folha Dirigida

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*