Concurso TRE – TO está em pauta para 2017

Tribunal Regional Eleitoral - TO

Um novo concurso TRE – TO 2017, para o Tribunal Regional do Trabalho do Estado de Tocantins (TRE-TO), está em pauta. De acordo com a portaria da presidência Nº 388/2016, haverá abertura de concurso público para preenchimento de cargos efetivos vagos e formação de cadastro de reserva.

A expectativa é de que a seleção ofereça oportunidades para técnico judiciário, que exige nível médio, e analista judiciário, cuja exigência é ensino superior. As áreas em que haverá vagas ainda serão definidas pelo tribunal.

Comissão do concurso TRE – TO já foi formada
O primeiro passo para a realização da seleção já foi dado, com a nomeação da comissão de concurso. Fazem parte dela os servidores Marcos Diniz Gonçalves O’Dwyer, Alexandre Batista Fonseca, Auryany Fonseca Gonçalves Dias, Rafael Monteiro Gagini e Ivana Aparecida Rosa Leão Rezende.

A expectativa é de que, em breve, seja iniciado o processo de escolha da empresa organizadora e de definição dos cargos a serem ofertados e do cronograma do concurso TRE – TO 2017.

Concurso TRE – TO já está previsto no orçamento
Uma boa notícia para quem se interessou pelo Concurso TRE – TO é que ele já está previsto no orçamento do órgão para o ano de 2016. Para a rubrica “Realização de concurso público pelo TRE – TO no exercício de 2017, há previsão de receita de R$ 848.025,00.

O valor é uma projeção de valores que o órgão receberá, a partir de uma estimativa feita com base no número de inscritos no último concurso realizado. Para analista judiciário, espera-se que o órgão receba R$ 405.180,00, valor resultado da multiplicação do número de inscritos no último concurso pelo valor de R$ 90 da inscrição. Para técnico, como participaram 6.813 candidatos e a taxa considerada foi de R$ 65, a expectativa de receita é de R$ 442.845,00.

Um dos atrativos do concurso é a remuneração inicial. No caso dos técnicos, até 31 de maio, o valor será R$ 7.051,99 mensais, sendo R$ 2.965,38 de vencimento-básico, R$ 3.202,61 de Gratificação Judiciária e R$ 884 de auxílio-alimentação. Após essa data, o valor será reajustado para R$ 7.260,41.

Já os analista recebem hoje R$ 11.003,92, composto por R$ 4.865,35 de salário base, R$ 5.254,57 de Gratificação Judiciária e R$ 884 de auxílio-alimentação. No entanto, a partir de 1º de junho o valor subirá para R$ 11.345,89. Todos os concursados têm direito também a auxílios transporte e pré-escolar, reembolso e plano de saúde.

O último concurso do Tribunal Regional do Trabalho de Tocantins foi em 2010. A oferta era de 9 vagas para os cargos de técnico judiciário na área Administrativa e analista judiciário para as áreas Judiciária e Administrativa.

A validade desta seleção se encerrou em 2013, mas a portaria nº 69 prorrogou sua validade por mais dois anos. Desde 2015, quando sua validade final se esgotou, não há concursos para efetivos, o que aumenta a possibilidade de rápida realização de novo concurso TRE – TO.

Leia, abaixo, na íntegra, a portaria Nº 388/2016:

Portaria da Presidência
Portaria Presidência Nº 388/2016 PRES

A PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO TOCANTINS, no uso das atribuições legais, e considerando o disposto na Resolução TSE nº 23.391/2013 e o contido no SEI nº 0018621-86.2016.6.27.8000, RESOLVE:

Art. 1º Declarar aberto o Concurso Público para provimento de cargos efetivos vagos deste Tribunal e formação de cadastro de reserva.

Art. 2º Nomear os servidores MARCOS DINIZ GONÇALVES O´DWYER, ALEXANDRE BATISTA FONSECA, AURYANY FONSECA GONÇALVES DIAS, RAFAEL MONTEIRO GAGINI e IVANA APARECIDA ROSA LEÃO REZENDE para, sem prejuízo de suas atribuições e sob a presidência do primeiro, comporem como titulares a Comissão do Concurso.

Art. 3º Nomear os servidores JOSUÉ BATISTA DE OLIVEIRA e JOSUÉ DE SOUSA PIRES para substituírem nas faltas e impedimentos legais os servidores titulares.

Art. 4º Esta Portaria entra em vigor na data da sua publicação. Desembargadora ÂNGELA PRUDENTE.

Presidente
Palmas, 10 de outubro de 2016.

Documento assinado eletronicamente por DESEMBARGADORA ANGELA PRUDENTE, Presidente, em 10/10/2016, às 12:25, conforme art. 1º, § 2º, III, “b”, da Lei 11.419/2006.
Fonte:Folha Dirigida

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*