MP-RN realizará concurso para técnicos e analistas

Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte - RN

Está confirmada a realização de concurso para o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MP-RN). São oferecidas 18 vagas para os cargos de técnico em administração (nível médio/técnico) e analista nas áreas de Contabilidade e Engenharia Civil (superior). Os vencimentos são de R$ 4.098 e R$ 5.370.

Saiba mais sobre o concurso
A seleção já havia sido aprovada em 2016, mas foi suspensa devido à contenção de gastos do estado. O prazo de suspensão era de até dez meses, mas com a melhoria na receita do estado, o processo para revogar o contrato anterior já teve início. De acordo com o setor Gestão de Contratos do MP-RN, espera-se que o concurso seja realizado ainda no primeiro semestre de 2017. A comissão foi formada no último dia 13 de janeiro.

Inicialmente serão ofertadas 18 vagas nos níveis médio/técnico e superior. Os cargos são de analista nas áreas de Engenharia Civil (2) e Contabilidade (2) em nível superior e técnico na área de Administração (14) de nível médio/técnico. Segundo o setor de Gestão de Contratos do órgão, é provável que o número de vagas ofertadas aumente, principalmente para a função de técnico, uma vez que alguns profissionais não trabalham mais em suas funções.

As remunerações atuais ainda não foram divulgadas, mas sabe-se que na última seleção, em 2012, os ganhos iniciais eram de R$ 4.098,78 para técnicos e de R$ 5.370,78 para analistas. Essa remuneração correspondia ao valor total incluindo o vencimento básico (R$ 2.314,34 para técnicos e R$ 3.306,20 para analistas), além de auxílio-alimentação no valor de R$ 1.200 e auxílio-saúde de R$ 200.

Último concurso
O último concurso para o Ministério Público do Rio Grande do Norte foi realizado em 2012 sob organização da Fundação Carlos Chagas (FCC). Na ocasião, a oferta era de 32 vagas para os níveis médio/técnico e superior. Os candidatos foram submetidos a uma prova objetiva com 60 questões de conhecimentos gerais e conhecimentos específicos, e a um exame de redação. Para candidatos de nível superior, houve ainda um exame discursivo, também de conhecimentos específicos.
Fonte:Folha Dirigida

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*