TRE-RJ tem pressa na abertura do concurso

Tribunal Regional Eleitoral -RJ

Sem um cadastro de reserva válido desde dezembro, o TRE-RJ tem pressa em abrir um novo concurso, para poder voltar a contratar novos técnicos e analistas judiciários, pelo regime estatutário. A intenção do órgão é publicar o edital do concurso TRE-RJ 2017 ainda no primeiro semestre, de modo que os aprovados possam começar a ser contratados a partir do fim de 2017. Trata-se de uma grande oportunidade no serviço público federal, já que além da estabilidade empregatícia, garantida pelo regime estatutário de admissão, as remunerações também são bem elevadas.

Veja todos os atrativos do concurso
Hoje, um técnico (cargo de nível médio) recebe R$7.051,99 mensais (R$ 2.965,38 de vencimento-básico, R$ 3.202,61 de Gratificação Judiciária e R$ 884 de auxílio-alimentação). Mas a partir de junho, o valor passará para R$ 7.260,41, devido a um reajuste.

E quem é graduado e atua como analista ganha hoje R$ 11.003,92 mensais, sendo R$ 4.865,35 de salário base, R$ 5.254,57 de Gratificação Judiciária e R$ 884 de auxílio-alimentação. Esse valor, porém, passará para R$ 11.345,89 a partir de 1º de junho. E até 2019, os ganhos dos técnicos e dos analistas sofrerão novos reajustes escalonados. Os concursados terão também direito a auxílio-transporte, auxílio pré-escolar, reembolso com gastos de plano de saúde e adicional por titulação e qualificação.

No cronograma inicial do órgão, consta que a organizadora do concurso TRE-RJ 2017 será escolhida até 24 de março, por meio de dispensa de licitação. Mas antes, será formada uma comissão de concurso, composta por membros do TRE fluminense, tão logo haja o repasse de verbas do TSE – que deverá acontecer nos próximos dias. Caso a banca seja definida até março, o edital deverá ser publicado em maio ou junho.

Já em relação às provas do concurso TRE-RJ 2017, elas deverão ocorrer em agosto e setembro, segundo o TRE-RJ. O tribunal informou que os mesmos cargos/especialidades do último concurso deverão ser contemplados. Para técnico, há garantia de que haverá oportunidades para a área administrativa, que exige apenas o nível médio, sem necessidade de formação técnica. O número de vagas ainda será informado.

Tradição é de muitas convocações. Confira os números
Apesar de os concursos de tribunais serem geralmente para cadastro de reserva, há sempre um grande número de convocados. No caso do TRE-RJ, não deverá ser diferente. A Seção de Gestão de Desempenho e Acompanhamento de Estágio (Segede) do órgão já informou que o número inicial de vagas no edital não deverá ser muito expressivo, mas frisou que haverá muitas chamadas extras.

Essa situação aconteceu nos dois últimos concursos. Em 2012, por exemplo, na seleção anterior do tribunal, havia 19 ofertas iniciais. No entanto, 276 novos servidores ingressaram ao longo da validade da seleção (257 do banco de reserva), que foi prorrogada e terminou em 12 de dezembro do ano passado. O cargo com mais convocações foi técnico judiciário da área administrativa.

Já na seleção de 2006, eram 435 vagas iniciais, mas 594 pessoas foram convocadas para tomarem posse, sendo 342 técnicos judiciários e 252 analistas judiciários, em várias especialidades. Também a carreira de técnico judiciário da área administrativa foi a que teve mais chamadas: 328. Agora, na seleção de 2017, isso deverá se repetir.
Fonte:Folha Dirigida

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*