Concurso TJ/PR: saiu edital com 100 vagas para técnico

Tribunal de Justiça - PR

Foi divulgado nesta quarta-feira (18) o edital do novo concurso do TJ/PR (Tribunal de Justiça do Estado do Paraná). A seleção vem com o objetivo de preencher 100 vagas na função de técnico judiciário, sendo cinco reservadas a pessoas com deficiência e dez a negros. Destinada a profissionais com ensino médio completo, a carreira tem remuneração inicial de R$ 5.516,51, mais os benefícios de auxílio-alimentação e auxílio-saúde.

Do total de postos em disputa no concurso do TJ/PR, 40 são para atuação em foros da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba, enquanto as outras 60 oportunidades estão distribuídas entre cidades do interior paranaense. Outros detalhes podem ser conferidos no edital, disponível entre os anexos da notícia.

Concurso público TJ/PR: inscrições
As inscrições para o concurso do TJ/PR serão recebidas entre 23 de janeiro e 21 de fevereiro. A taxa de participação custa R$ 100. O formulário para cadastro deve ser preenchido no site do tribunal (www.tjpr.jus.br). Ao se inscrever, os participantes deverão selecionar a localidade da vaga para a qual pretendem concorrer.

Concurso TJ/PR: avaliação
Os inscritos no concurso do TJ/PR serão avaliados em etapa única, por meio de prova objetiva com 60 perguntas de múltipla escolha sobre língua portuguesa (20), matemática (15), noções de direito e legislação (15), informática (5) e atualidades (5), além de uma questão discursiva. Com duração de cinco horas, o exame será aplicado em Curitiba e está previsto para ocorrer no terceiro trimestre, em data a ser definida. A convocação para o teste será divulgada com antecedência mínima de 30 dias, no site do Tribunal de Justiça.

Concurso TJ/PR: atribuições do técnico judiciário
Executar tarefas de suporte técnico, judiciário e administrativo e apoio em geral ao adequado funcionamento das Secretarias, prestar atendimento ao público, auxiliar na escrituração de livros, redigir e assinar ofícios, mandados, editais e demais atos da Secretaria, efetuar a autuação, cadastramento e arquivamento de processos, auxiliar na movimentação processual, auxiliar no cumprimento de decisões judiciais, fazer a juntada de documentos e petições, auxiliar nas audiências com serviços de digitação ou datilografia, apregoar as partes nas audiências, auxiliar na expedição e recebimento de processos, documentos e correspondências, zela pela manutenção e controle de processos, documentos, livros e arquivos sob sua guarda, auxiliar no apensamento, desapensamento e reunião de processos, executar outras tarefas correlatas a critério de seu superior hierárquico.
Fonte:jcconcursos.uol.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*