Concurso CLDF: nomeada a comissão coordenadora

Câmara Legislativa do DF

Avançou os preparativos do novo concurso público da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) que terá chances para diversos cargos. O órgão nomeou a comissão coordenadora do processo seletivo no último dia 19 de janeiro. Pelo documento, Inaldo José de Oliveira será o presidente, enquanto Silvia Maria de Paula e Souza ficará com posto de secretária. Os demais membros serão Maria Eugenia Gruber, Josué Alves da Silva, Paulo César da Silva Rego e Jonhson Mesquita Oliveira. Vale lembrar que em entrevista recente, o novo presidente da CLDF, deputado Joe Valle (PDT), afirmou o edital do concurso deve ser lançado ainda no primeiro semestre, entre fevereiro e maio.

Outra informação divulgada por Valle é com relação número de vagas do certame. Anteriormente, a expectativa era de que fossem abertas 75 oportunidades, que constam na Lei das Diretrizes Orçamentárias do Distrito Federal para 2017, mas o presidente revelou que devem ser contempladas mais de 100 ofertas em todas as áreas.

Não foi revelado os cargos, mas na página eletrônica da Câmara Legislativa do Distrito Federal há a informação de que existem 338 cargos efetivos em aberto. Os postos que compõem o quadro efetivo da CLDF são os de auxiliar legislativo, assistente legislativo, técnico legislativo, consultor legislativo, consultor técnico legislativo e procurador.

Os empregos de auxiliar e assistente são para profissionais com ensino fundamental, enquanto a posição de técnico necessita de nível médio. As demais colocações exigem formação superior completa. As remunerações iniciais oferecidas correspondem a R$ 4.224,65 para auxiliar, R$ 6.298,91 para assistente, R$ 9.391,67 para técnico e 14.002,94 para consultor, consultor técnico e procurador.

Cobrança do sindicato e concurso
O Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo e do Tribunal de Contas do Distrito Federal (Sindical) defende a realização do concurso para o quadro de pessoal da CLDF. No site do sindicato consta que o presidente Jeizon Silvério apontou que já faz mais de dez anos que a câmara não realiza concursos e criticou a quantidade de funcionários indicados por políticos, o que favorece esquemas como o gerou o UTIGates.

Em julho, depois de publicado um ato da diretoria da CLDF, foi revelado que seria finalmente aberto um novo processo seletivo. O documento mostrava que a diretoria de recursos humanos terá que coordenar todos os trâmites do concurso da CLDF, como: apresentar estudo do quantitativo de vagas; elaborar projeto básico com minuta de edital; e providenciar em conjunto com a Comissão Permanente de Licitação (CPL) a escolha da instituição organizadora.

Último concurso CLDF
Em, 2005 a Câmara Legislativa do Distrito Federal lançou edital com 120 vagas. O concurso registrou 75.741 inscritos e foi organizado pelo Cespe/UnB. Para nível superior havia chances para consultor legislativo e consultor técnico legislativo. Candidatos com ensino médio e/ou curso técnico estavam aptos para s colocação de técnico legislativo. Diversas áreas de atuação foram contempladas no certame.

O processo seletivo constou de provas objetivas com 120 itens para todos os participantes; além de testes discursivos, exames práticos, análise de títulos, avaliação psicológica, aptidão física, inspeção de saúde, avaliação de conduta e idoneidade moral e/ou prática de informática para algumas funções.
Fonte:Folha Dirigida

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*