Câmara Legislativa/DF – Comissão formada terá 30 dias para contratar organizadora!

Câmara Legislativa do DF

Nesta sexta-feira, dia 20 de janeiro de 2017, o órgão divulgou no Diário Oficial da Casa a Comissão Coordenadora do certame – veja abaixo.

cldf-comissao

Os integrantes são os servidores Inaldo José de Oliveira, Maria Eugenia Gruber, Josué Alves da Silva, Paulo Cesar da Silva Rego, Jonhson Mesquita Oliveira e Silvia Maria de Paula e Souza, que terão, entre outras atribuições, elaborar projeto básico com minuta do edital CLDF em 30 dias, podendo o prazo ser prorrogado por igual período.

A oferta do concurso Câmara Legislativa DF será para cargos de níveis médio e superior. De acordo com o presidente do legislativo distrital, Joe Valle, serão mais de 100 vagas para todos os cargos e o edital tem previsão de publicação entre fevereiro e maio de 2017.

Atualmente o órgão conta com 389 cargos vagos em sua estrutura. A carreira com maior deficit é a de Técnico Legislativo, de nível médio, com 169 posições ociosas, seguida da de Consultor Técnico Legislativo, de nível superior em diversas áreas, com 115 cargos abertos. Para a função de Técnico, as especialidades com maior quantitativo de posições abertas é a de Técnico Legislativo, sem especialidade, e de Agente de Polícia Legislativa, com 85 e 48 cargos vagos atualmente.

Mas há vacâncias para as funções de Técnico de Enfermagem, Secretário e outros. Já as funções técnicas de nível superior abertas são para as especialidades de Administrador, com 24 cargos vagos, Analista de Sistema (9), Arquivista (5), Bibliotecário (5), Economista (5), Enfermeiro (4), Médico (3), Odontologista (2), Pedagogo (2), Psicólogo (6), Taquígrafo Especialista (17), para qualquer nível superior, Téc. Com. Social/ Jornalismo (10), Revisor de Texto (8), Inspetor de Polícia Legislativa (2), e diversos outros.
Há ainda 17 cargos abertos para a função de Procurador Legislativo, e mais 30 de Consultor Legislativo para qualquer graduação, ou seja, sem especificação de área.

A autorização desta seleção partiu da presidência da casa no dia 14 de julho, com publicação no Diário da casa no dia 15/7. De acordo com o Ato da Mesa de Nº 58, compete à Diretoria de Recursos Humanos a coordenação das ações do concurso público, devendo apresentar estudo do quantitativo de cargos vagos; elaborar o projeto básico com minuta de edital; e providenciar em conjunto com a Comissão Permanente de Licitações – CPL, a instituição executora do concurso.

A seleção deverá atrair muitos candidatos devido as excelentes remunerações pagas. Em início de carreira, um Técnico ganha R$ 11.182,69, chegando a R$ 20.612,14 na classe especial.

Já os consultores ganham R$ 16.673,35, chegando a R$ 30.732,64 na classe especial, valores atualizados conforme aumento concedido recentemente.
Fonte:coachingconcurseiros.com

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*