TRE-RJ: edital do concurso está programado para maio ou junho

Tribunal Regional Eleitoral -RJ

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) já tem uma prévia de cronograma do concurso 2017 para técnico e analista judiciários, carreiras dos níveis médio e superior, respectivamente. Quem informou à FOLHA DIRIGIDA, com exclusividade, foi a Seção de Gestão de Desempenho e Acompanhamento de Estágio (Segede) do órgão.

De acordo com o setor, o calendário inicial do tribunal prevê a publicação do edital neste semestre. Os preparativos ainda não foram iniciados porque o TRE aguarda o repasse de verba do TSE, ao qual é vinculado. O TSE já está ciente da intenção do órgão de fazer esse concurso. Além disso, como o orçamento para 2017 da União já foi aprovado e sancionado, não deverá levar muito tempo para isso acontecer.

Veja as datas previstas e Infográfico especial
A Segede acrescentou que, caso o TSE repasse os recursos financeiros a tempo, o processo de escolha da organizadora começará já no início de fevereiro. No Plano de Contratações do TRE para este ano consta que a banca será definida até 24 de março, com dispensa de licitação.

O TRE-RJ também antecipou que a estimativa é que as provas sejam aplicadas em agosto ou setembro. Caso isso se confirme, a divulgação do edital ocorrerá em maio ou junho (primeiro semestre), já que os órgãos federais têm, por lei, que conceder um prazo de pelo menos dois meses entre a publicação do edital e a aplicação das provas. A Segede disse também que as áreas oferecidas deverão ser as mesmas do último concurso, de 2012. Dessa forma, para técnico as vagas serão para as áreas Administrativa (apenas nível médio), Operação de Computador e Programação de Sistemas (ambas de nível médio/técnico). Já para analista, serão as áreas administrativa (superior em qualquer área), judiciária (Direito), Contabilidade, Análise de Sistemas, Arquitetura e Engenharia Civil e Elétrica.

No novo concurso 2017 do TRE-RJ, técnico judiciário da área administrativa deverá ser novamente o cargo com mais vagas, e consequentemente com o maior número de convocações também. A carreira exige somente o nível médio completo, sem necessidade de experiência ou formação técnica. O setor ainda pontuou que as disciplinas básicas do programa de 2012, para técnico judiciário da área administrativa, deverão ser as mesmas, mas talvez haja algumas inclusões. Conforme consta na Resolução 23.391/2013, que estabelece as normas gerais para a realização de concursos de tribunais eleitorais, as provas devem ter, pelo menos, questões de Língua Portuguesa, Noções de Informática, Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais e Regimento Interno do TRE.

Contudo, matérias como Direito Eleitoral (principalmente), Administrativo e Constitucional não ficarão de fora, já que estão ligadas às competências do tribunal e foram cobradas no concurso passado. Só que desde que a última seleção do TRE foi realizada, os concursos mais recentes dos tribunais eleitorais, como o do TRE-PE, de 2016, tiveram o acréscimo de Noções de Sustentabilidade, Noções sobre Direitos da Pessoa com Deficiência, Noções de Administração Pública. Por isso, especialistas recomendam o estudo dessas matérias também.

Concurso com diversos atrativos
Com essas novidades já antecipadas pelo TRE-RJ, não se pode dar bobeira e deixar para estudar somente quando o edital for publicado. A concorrência deverá ser bem acirrada, em virtude dos muitos atrativos e benefícios do órgão. A começar por algo que é o sonho de todos os concurseiros: a estabilidade. No TRE-RJ não poderia ser diferente, já que as contratações ocorrem pelo regime estatutário, que propicia essa segurança empregatícia.

As remunerações acima da média também são um outro atrativo propiciado pelo TRE-RJ. Um técnico judiciário, por exemplo (cargo de nível médio), ganha R$ 7.051,99 por mês, sendo R$ 2.965,38 de vencimento-básico, R$ 3.202,61 de Gratificação Judiciária (GAJ) e R$884 de auxílio-alimentação. Já os ganhos atuais dos analistas são de R$ 11.003,92, sendo R$ 4.865,35 de salário base, R$ 5.254,57 de GAJ e o auxílio-alimentação de R$ 884.

tre_info

Só que esses valores são apenas referência, já que a partir de junho, os ganhos subirão para R$ 7.260,41, no caso dos técnicos, e para R$ 11.345,89, no de analistas. Mas não para por aí. Até janeiro de 2019, devido a um reajuste salarial escalonado, os valores se tornarão ainda maiores, chegando a R$ 8.475,36 (técnico) e a R$ 13.339,30 (analista). Além da questão da remuneração, todos os servidores do TRE-RJ têm direito também a auxílio-transporte, auxílio pré-escolar, reembolso com gastos de plano de saúde e adicional por titulação e qualificação. O crescimento profissional também é outro ponto importante, e é algo que ocorre sempre no TRE-RJ. É comum servidores que começaram em uma função mais básica hoje ocuparem cargos de chefia.

O dinamismo também é outra característica do trabalho nesse tribunal, já que há um maior contato com o público do que apenas com processos burocráticos, já que o órgão lida com a preparação das eleições. Os concursados têm ainda a possibilidade de atuarem em outras unidades além das de origem, já que há um processo interno de remoção de servidores, que possibilita isso.

Tribunal convoca muitos aprovados. Veja!
Além de todo esse pacote de benefícios propiciados seus servidores, o TRE-RJ reoxigena seu quadro de servidores com frequência. Embora, algumas vezes, os concursos do tribunal tragem uma oferta reduzida de vagas, o órgão tem tradição de utilizar bastante o cadastro de reserva, realizando um grande número de convocação de aprovados. Os números anteriores demonstram isso. No concurso anterior, de 2012, organizado pelo Cespe/UnB (atual Cebraspe), foram oferecidas 19 vagas imediatas, sendo dez de técnico judiciário (nove só na área administrativa; nível médio) e nove de analista judiciário (superior). Entretanto, 276 aprovados foram chamados durante o prazo de validade da seleção (dois anos, prorogado por igual período), sendo 257 só do banco de reserva. O maior número de convocações foi de técnico judiciária da área administrativa: 160.

Já no penúltimo concurso, realizado em 2006, o edital trazia 435 vagas, inicialmente. No entanto, houve 594 convocações, sendo 342 técnicos judiciários e 252 analistas judiciários, em diferentes especialidades. Na ocasião, o maior número de convocados foi também no cargo de técnico judiciário da área administrativa, no qual foram chamados 328 aprovados.
Fonte:Folha Dirigida

1 Comentário em TRE-RJ: edital do concurso está programado para maio ou junho

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*