TJ-SP: em pauta novo concurso para escrevente. Nível médio

Tribunal de Justiça - SP

Em razão do grande déficit de pessoal, o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) precisará abrir um novo concurso para o cargo de escrevente técnico judiciário, de nível médio. A validade da seleção anterior termina em maio e, desde o ano passado, já não há mais aprovados na lista de espera para a comarca da capital. Para a 1ª Região, que também engloba a capital e Grande São Paulo, a lista de cadastro conta apenas com 78 aprovados que devem ser convocados até maio.

Segundo fontes ligadas ao TJ-SP, a expectativa é que o órgão inicie antes de maio o planejamento de um novo concurso para a 1ª Região. As aposentadorias e exonerações também têm contribuído para o aumento do déficit de servidores, de acordo com fontes.

O concurso para a 1ª Região foi iniciado em 2014 e tem validade somente até maio, sem possibilidade de prorrogação. Organizada pela Fundação Vunesp, a seleção reuniu 142.360 inscritos para 471 vagas iniciais. Um dos grandes atrstivos dos concursos para o TJ-SP tem sido o aproveitamento do cadastro de reserva. Dos 1.789 aprovados, 1.711 já foram convocados, ou seja, quase quatro vezes mais a oferta inicial de vagas.

A carreira proporciona vencimentos iniciais de R$ 5.311,16, já com o salário de R$ 4.473,16, o auxílio-alimentação de R$ 29 por dia (R$ 638 na média de 22 dias) e auxílio-saúde de R$ 200. Os servidores ainda contam com auxílio-transporte. No último concurso os candidatos foram submetidos à prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório e prova prática de digitação, de caráter eliminatório.

Mais vagas – Além das vagas em aberto, o órgão deve contar com um incremento no número de vagas para escrevente. Tramita em regime de urgência na Assembleia Legislativa um projeto de lei (PL 44/2016) que cria 188 vagas para o cargo de escrevente, que serão destinadas a diversas varas, entre elas as de Taboão da Serra e Cotia, que fazem parte da primeira região administrativa.

Concurso para o interior – O TJ-SP ainda conta com outro concurso em validade para o cargo de escrevente, destinado as outras nove regiões administrativas do órgão, que englobam interior e litoral. Neste caso, algumas circunscrições já zeraram a lista de aprovados. A seleção tem validade até dezembro deste ano, sem possibilidade de prorrogação.
Fonte:Folha Dirigida

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*