ANS: maior necessidade é no cargo de analista

Agência Nacional de Saúde Suplementar

Apesar de ainda não ter sido revelada a distribuição das 231 vagas da nota técnica enviada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) ao Ministério da Saúde, para viabilizar a abertura de um concurso 2017 para analista administrativo e especialista (ambos de nível superior), o déficit maior é na carreira de analista, segundo revelou a Associação Nacional dos Servidores Efetivos das Agências Reguladoras Federais (Aner). Logo, a maior oferta deverá ser para esse cargo.

A informação foi revelada pelo diretor da associação, André Fiuza, quando ele disse que “a cada três especialistas há aproximadamente um analista”. De acordo com a Lei nº 12.823, de 2013, a agência reguladora pode ter em seu quadro até 340 especialistas em regulação de saúde suplementar e 100 analistas administrativos. Confira, na próxima parte desta matéria, informações sobre os cargos.

As seleções das agências reguladoras sempre são bastante concorridas devido a muitos fatores. E dentre eles, status, estabilidade empregatícia (já que todas adotam o regime estatutário de contratação) e as altas remunerações. Já somada aos R$458 de auxílio-alimentação, a remuneração dos analistas é de R$11.529,29. Já no caso dos especialistas, o rendimento inicial é de R$12.432,49, já com o mesmo benefício de alimentação. A expectativa é de que a maior parte das vagas contemple a capital fluminense, já que a sede da agência é no Rio.

Na última seleção da ANS foi assim: 80% das oportunidades foi para a unidade principal, no bairro carioca da Glória, na Zona Sul da cidade. Em 2013, ano em que a ANS abriu seu último concurso de analista e especialista, as lotações ocorreram no Rio de Janeiro/RJ, Cuiabá/MT, Ribeirão Preto/SP, Curitiba/PR, São Paulo/SP e Salvador/BA. O Cebraspe (antigo Cespe/UnB), organizador, elaborou naquele ano provas objetivas e uma redação. A realização do concurso está no orçamento da União para 2017, que ainda será votado pelo Congresso Nacional. Sendo aprovado com a previsão da seleção, a ANS poderá sair início aos preparativos do certame.
Fonte:Folha Dirigida

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*