TRE-SC confirma previsão de concurso público para 2017

Tribunal Regional Eleitoral - SC

Está previsto um novo concurso público para o Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC). A divulgação do edital deve acontecer no segundo semestre de 2017, segundo o órgão.

Concurso para técnico e analista é citado no pedido de Orçamento da União para 2017
O documento de Orçamento da União para 2017 solicita recursos para a realização do concurso nos cargos de técnico e analista. De acordo com a Assessoria de Planejamento Estratégico do órgão, as oportunidades serão distribuídas apenas por meio da formação de cadastro reserva para que os aprovados sejam chamados de acordo com as necessidades do órgão. Os cargos serão de analista na área judiciária e técnico na área administrativa.

O concurso público realizado em 2013 para o TRE-SC ainda está com a validade vigente. A última convocação foi feita em outubro deste ano e outras podem ocorrer até o término de sua validade, no dia 10 de março de 2018.

O concurso 2013 do TRE-SC foi para os cargos de técnico nas áreas administrativa e de programação de sistemas, e analista judiciário nas áreas judiciária, arquivologia e análise de sistemas. A remuneração inicial dos técnicos foi R$4.575,16, composta por R$2.824,17 de vencimento e R$1.750,99 de GAJ, e dos analistas, R$7.506,55, composta por R$4.633,67 de salário e R$2.872,88 de gratificação.

A organização do concurso de 2013 ficou a cargo da Consultec. Na ocasião, o cargo de analista judiciário na área judiciária teve 2.841 inscritos, enquanto o técnico judiciário da área administrativo recebeu 10.529 inscrições. As contratação ocorreram pelo regime estatutário, com carga de trabalho de 40 horas semanais.

O cargo de técnico na área judiciária teve apenas prova objetiva, com 25 questões de Conhecimentos Gerais (Língua Portuguesa, Noções de Informática, Normas aplicáveis aos servidores públicos federais, Raciocínio Lógico e Regimento Interno do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina) e 40 de Conhecimentos Específicos (Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Eleitoral, Noções de Direito Administrativo e Noções de Administração Pública).

Os candidatos a analista da área judiciária fizeram 25 questões objetivas de Conhecimentos Gerais (Língua Portuguesa, Noções de Informática, Normas aplicáveis aos servidores públicos federais, Raciocínio Lógico e Regimento Interno do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina) e 50 específicas (Direito Constitucional, Direito Eleitoral, Direito Administrativo, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Penal e Direito Processual Penal). Além disso, houve duas questões discursivas, uma de Direito Eleitoral e uma de Direito Administrativo.
Fonte:Folha Dirigida

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*