Confira mais detalhes dos cargos para o TRE-PE 2016

Tribunal Regional Eleitoral - PE

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PR) está com suas inscrições abertas para o concurso público na área de apoio, com vagas para técnico e analista judiciários. O concurso de 2016 oferece oportunidades para seis vagas de analista, com nível superior, nas áreas administrativa, judiciária, contabilidade, medicina do trabalho e análise de sistemas, além de técnico judiciário para a área Administrativa, cujo requisito é nível médio completo.

Lotação dos aprovados será na capital e interior do estado
Segundo a comissão organizadora do concurso do TRE-PE 2016, os servidores que vierem a ser nomeados para analista administrativo, analista judiciário e técnico serão lotados em cartórios eleitorais do interior do estado de Pernambuco. Os demais convocados serão lotados na sede do Tribunal, em Recife, em unidades da Secretaria de Controle Interno do Estado (contador), na Coordenadoria de Atenção a Saúde (médico do trabalho) e na Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação (analista de sistemas).

Saiba o que faz um servidor do TRE
Nos cartórios eleitorais, os servidores desenvolverão atividades variadas que vão desde o atendimento aos eleitores, nas diversas operações do cadastro eleitoral, como alistamento, transferência de domicílio eleitoral e atendimento fornecendo informações e orientações. Em ano de eleição municipal, os cartórios eleitorais serão os responsáveis pela gestão de todas as atividades necessárias à realização de um pleito.

Além disso, também são responsáveis pela definição do eleitorado apto a votar, a análise e processamento do registro dos candidatos, fiscalização da propaganda eleitoral, administração de uma enorme equipe de mesários e outros colaboradores, totalização do resultado da votação, análise da prestação de contas dos eleitos e sua diplomação. Tendo em mente que o cartório eleitoral será a unidade realizadora de tais processos.

Conheça as atividades dos cargos
O médico do trabalho deverá atuar, visando essencialmente a promoção da saúde e a prevenção de doenças nos servidores da Justiça Eleitoral. Por isso, devem conhecer os processos produtivos e o ambiente de trabalho da instituição. Já no cargo de contador, as principais atividades estão presentes na análise dos processos e prestação de contas eleitorais e partidárias, subsidiando tecnicamente as decisões do tribunal nesta etapa do processo eleitoral. Além disso, as tarefas dos ocupantes do cargo incluem suporte às zonas eleitorais, que nas eleições municipais atuam como unidade competente para a prestação de contas.

O analista de sistemas deve atuar no desenvolvimento de soluções para os processos de trabalho que as distintas unidades do órgão apresentarem demanda. A crescente complexidade e dimensão do trabalho no serviço público impõem a busca por soluções automatizadas para realização de grande volume de tarefas e para controle de muitos processos de trabalho.

Segundo a comissão, a Justiça Eleitoral está passando por processo de qualificação e modernização para atendimento. Assim, os novos servidores devem esperar alguns desafios, participar da construção coletiva desse processo de aperfeiçoamento do órgão público e colaborar com o atendimento e garantia de direitos de servidores e da sociedade.

“O ingresso nos cargos públicos constantes do presente concurso público exige muitas horas de dedicação e a apreensão de um vasto conteúdo programático. Pensar na relevância do serviço prestado pela Justiça Eleitoral, na possibilidade de atuar tão proximamente em atividades tão importantes para a consolidação da democracia no país, bem como na oportunidade de colaborar com o aperfeiçoamento do serviço público, pode ser um motivador nessa jornada”, disse Gerson Souza, integrante da comissão organizadora.

Relembre o concurso do TRE-PE 2016
As inscrições para o concurso vão até as 18h do dia 20 de outubro. As taxas são de R$60 para nível médio e R$75 para nível superior. O candidato deverá se inscrever, exclusivamente, via internet no site do Cespe/UnB, organizador. O pagamento pode ser feito até o dia 29 de novembro.

O concurso terá duas fases eliminatórias: uma prova objetiva de conhecimentos gerais e específicos da área e uma discursiva (somente para os cargos de nível superior). A partir do dia 8 de março será publicado, no Diário Oficial e no site do organizador, um edital disponibilizando a consulta aos locais e horários da realização das provas, que por sua vez, serão aplicadas no dia 19 de março.

O salário de analista é de R$10.846 e para técnico R$6.955, incluindo auxílio-alimentação. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais para ambos os cargos. As contratações serão feitas sob o regime estatutário e a validade do concurso é de dois anos, podendo ser dobrada, uma única vez.
Fonte:Folha Dirigida

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*