QUESTÕES COMENTADAS – Contabilidade Geral

1. RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias):
Letra B

COMENTÁRIO (Prof. Ricjardeson Dias):
Pelo Princípio da Competência, devem ser reconhecidas no resultado do período receitas e despesas na ocorrência do seu fato gerador, independentemente do seu recebimento ou do pagamento. Então ficaria assim:

Receitas realizadas e não recebidas ……………………………… R$150.000,00
Receitas realizadas e recebidas …………………………………… R$ 220.000,00
Despesas incorridas e não pagas ………………………………….. (R$ 90.000,00)
Despesas incorridas e pagas ………………………………………… (R$85.000,00)

Resultado do período ………………………………………………… R$ 195.000,00
Obs.: as receitas e despesas antecipadas são contabilizadas, respectivamente, no passivo e no ativo, pois são contas patrimoniais.


2. RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias):
Letra B

COMENTÁRIO (Prof. Ricjardeson Dias):
Na Demonstração dos Fluxos de Caixa há uma divisão em três atividades: operacionais, de investimento e de financiamento.

Vamos analisar as opções incorretas:

Letra A => pagamento do principal de empréstimos representa saída de caixa no Fluxo das Atividades de Financiamento, e não Atividade operacional.

Letra C => a integralização de capital com terrenos representa entrada no Ativo Imobilizado, e não no Caixa.

Letra D => compra de veículo financiado a longo prazo não representa saída de caixa

Então é mesmo a letra B, que representa corretamente o que solicita o enunciado da questão, conforme a seguir:

1) Operacional = pagamento de fornecedores
2) Investimento = venda de imobilizado
3) Financiamento = aumento de capital em dinheiro


3. RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias):
Letra B

COMENTÁRIO (Prof. Ricjardeson Dias):
Para responder esta questão é preciso que se contabilize o que ocorreu nos meses de novembro e dezembro, bem como, a integralização do capital, como segue abaixo:
Ativo Circulante

31.10. 2011 = Entrada no caixa ………………. R$ 100.000,00
10.11.2011 = Saída no caixa …………………… (R$ 40.000,00)
19.12.2011 = Entrada no estoque …………….. R$ 70.000,00 (saída no caixa somente em 2012)
20.12.2011 = Saída no estoque ……………….. (R$ 42.000,00) (60% de 70.000)
20.12.2011 = Duplicatas a receber ……………. R$ 80.000,00

Saldo do Ativo Circulante ……………………… R$ 168.000,00


4. RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias):
Letra C

COMENTÁRIO (Prof. Ricjardeson Dias):
Valor adicionado bruto: é o valor da riqueza gerada pela entidade, através de sua(s) atividade(s) principal(is), SUBTRAÍDO DOS CUSTOS ADQUIRIDOS DE TERCEIROS, necessários para a geração dessa riqueza. Vale ressaltar que os valores referentes a funcionários não fazem parte desses custos.


5. RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias):
Letra D

COMENTÁRIO (Prof. Ricjardeson Dias):
Nesta questão é necessário que se conheça alguns conceitos, como os listados abaixo:
(4) Liquidez Imediata
Índice conservador, considera apenas caixa, saldos bancários e aplicações financeiras de liquidez imediata para quitar as obrigações. Excluindo-se além dos estoques as contas e valores a receber. Um índice de grande importância para análise da situação a curto-prazo da empresa.

(3) Liquidez Seca
Similar a liquidez corrente a liquidez Seca exclui do cálculo acima os estoques, por não apresentarem liquidez compatível com o grupo patrimonial onde estão inseridos. O resultado deste índice será invariavelmente menor ao de liquidez corrente, sendo cauteloso com relação ao estoque para a liquidação de obrigações.

(1) Liquidez Geral
Este índice leva em consideração a situação a longo prazo da empresa, incluindo no cálculo os direitos e obrigações a longo prazo. Estes valores também são obtidos no balanço patrimonial. A liquidez geral revela o quanto existe de ativo circulante e não circulante para cada R$ 1,00 de dívida circulante e não circulante.

(2) Liquidez corrente
Calculada a partir da Razão entre os direitos a curto prazo da empresa (Caixas, bancos, estoques, clientes) e a as dívidas a curto prazo (Empréstimos, financiamentos, impostos, fornecedores). No Balanço estas informações são evidenciadas respectivamente como Ativo Circulante e Passivo Circulante.


6. RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias):
Letra A

COMENTÁRIO (Prof. Ricjardeson Dias):
A conta Adiantamento de clientes é classificada no Passivo Circulante. Tem como finalidade registrar os valores adiantados recebidos de clientes para posterior entrega do bem ou serviço.
Desta forma, a empresa tem a obrigação de entregar o bem/serviço ou devolver o adiantamento recebido.
Como se trata de valores já recebidos, não seria tratado como vendas a prazo, mas, sim uma obrigação da empresa para com seu cliente. Quando da entrega do bem/serviço ocorreria o Fato Gerador e a empresa estaria quitando a obrigação e não fazendo a venda.


7. RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias):
Letra C

COMENTÁRIO (Prof. Ricjardeson Dias):
Segundo a Resolução CFC nº 750/93 (atualizada pela Resolução nº 1.282/10)
Uma vez integrado ao patrimônio, os componentes patrimoniais, ativos e passivos, podem sofrer variações decorrentes dos seguintes fatores:
[…]
e) Atualização monetária. Os efeitos da alteração do poder aquisitivo da moeda nacional devem ser reconhecidos nos registros contábeis mediante o ajustamento da expressão formal dos valores dos componentes patrimoniais

“Art. 9º. O Princípio da Competência determina que os efeitos das transações e outros eventos sejam reconhecidos nos períodos a que se referem, independentemente do recebimento ou pagamento.


8. RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias):
Letra B

COMENTÁRIO (Prof. Ricjardeson Dias):
De acordo com a NBC TG – GERAL – NORMAS COMPLETAS:
Aplicação das características qualitativas fundamentais
QC17. A informação precisa concomitantemente ser RELEVANTE e REPRESENTAR com FIDEDIGNIDADE a realidade reportada para ser útil.


9. RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias):
Letra C

COMENTÁRIO (Prof. Ricjardeson Dias):
Segundo a NBC TG 26 – APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS:
Informação a ser apresentada na demonstração das mutações do patrimônio líquido ou nas notas explicativas (Título incluído pela Resolução CFC n.º 1.376/11)
106A. Para cada componente do patrimônio líquido, a entidade deve apresentar, ou na demonstração das mutações do patrimônio líquido ou nas notas explicativas, uma análise dos outros resultados abrangentes por item (ver item 106 (c)(ii)). (Redação alterada pela Resolução CFC n.º 1.376/11)
106B. O patrimônio líquido deve apresentar o capital social, as reservas de capital, os ajustes de avaliação patrimonial, as reservas de lucros, as ações ou quotas em tesouraria, os prejuízos acumulados, se legalmente admitidos os lucros acumulados e as demais contas exigidas pelas normas emitidas pelo CFC. (Item incluído pela Resolução CFC n.º 1.376/11)
107. A entidade deve apresentar na demonstração das mutações do patrimônio líquido, ou nas notas explicativas, o montante de dividendos reconhecidos como distribuição aos proprietários durante o período e o respectivo montante por ação.


10. RESPOSTA (prof. Ricjardeson Dias):
Letra B

COMENTÁRIO (Prof. Ricjardeson Dias):
Consoante as NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE
NBC TG 26 – APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS
Notas explicativas
Estrutura
Divulgação de políticas contábeis
117. A entidade deve divulgar no resumo de políticas contábeis significativas:
(a) a base (ou bases) de mensuração utilizada(s) na elaboração das demonstrações contábeis; e (b) outras políticas contábeis utilizadas que sejam relevantes para a compreensão das demonstrações contábeis.
Pronunciamento Técnico CPC 26

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*