TRF-RJ/ES – Cresce expectativa pelo edital do concurso do TRF-RJ/ES

Tribunal Regional Federal - RJ/ES

O segundo semestre de 2016 traz uma das grandes seleções da área Judiciária federal, para cargos dos níveis médio, médio/técnico e superior e com ganhos de R$6.224 ou R$9.662. Confirmado, o concurso TRF-RJ/ES 2016 (Tribunal Regional Federal da 2ª Região) promete atrair milhares de candidatos e deverá ter os preparativos intensificados a partir da próxima segunda-feira, dia 18, após expirar, no sábado, 16, a validade do concurso anterior. O edital da nova seleção, segundo o TRF-RJ/ES, está previsto para ser divulgado até o fim deste ano. Procurada, a Assessoria de Imprensa do tribunal confirmou o concurso, apesar da crise econômica do país. Ainda segundo o setor de Comunicação, a comissão responsável pelo concurso, presidida pelo juiz Carlos Guilherme Lugones, segue elaborando o projeto básico (minuta do edital).

Fontes ligadas ao TRF-RJ/ES já revelaram que o grupo está na reta final de montagem do documento, e, em breve, o encaminhará às possíveis organizadoras. As instituições, inclusive, já foram contactadas e aguardam a minuta para enviar propostas. Presidente do tribunal, o desembargador federal Poul Erik Dyrlund esclareceu que o concurso visará à formação de cadastro de reserva e servirá justamente para manter um cadastro de aprovados. Por isso, o fim da validade do último concurso, no próximo sábado, 16, aponta para a abertura da seleção muito em breve. Até o último dia 8, esse último concurso rendeu 1.271 chamadas, 1.164 no Rio (655 técnicos e 509 analistas) e 107 no Espírito Santo (68 técnicos e 39 analistas). Para técnico administrativo, foram 632 (569 no Rio e 63 no Espírito Santo). A perspectiva é de que o TRF mantenha a tradição de um bom número de convocações no novo concurso.

Já foi confirmado que os cargos de técnico e analista contemplarão 28 especialidades. A principal função é técnico administrativo, que exige apenas o nível médio, é o ‘faz tudo’ do tribunal e costuma ter o maior número de convocações. Haverá chances também para técnicos de segurança e transporte (nível médio e carteira de habilitação D ou E), telecomunicações e eletricidade (nível médio), contabilidade, enfermagem e informática (exigência de nível médio/técnico). A remuneração de todos os técnicos é de R$6.224 mensais. Para analista, se destaca também o administrativo, destinado a graduados em qualquer área. Haverá oportunidades também para as áreas administrativa (qualquer graduação), judiciária (Direito) e apoio especializado (diversos). A remuneração de todos é de R$6.224.

Esses valores ainda deverão ser reajustados, caso o presidente interino Michel Temer sancione o Projeto de Lei Complementar 29/16, já aprovado no Senado. Os ganhos do técnico passariam, em julho, para R$6.878,02, e os do analista para R$10.680,14. Em novembro, esses valores aumentariam novamente. O rendimento do técnico subiria para R$7.111,86, e o do analista para R$11.063,80.
Fonte:Folha Dirigida

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*